Ministros do STF vão analisar pautas importantes no primeiro semestre

Juliana Gusmão
null

Crédito: Reprodução / CongressoEmfoco

Na próxima segunda feira (3), chega ao fim o recesso do Supremo Tribunal Federal (STF). Dentre as pautas mais esperadas para serem analisadas pelo STF no primeiro semestre desse ano estão a reforma da previdência, trabalhista, eleitoral. Além do bloqueio do WhatsApp, a partir de decisões judiciais.

Segundo a professora de direito constitucional da FGV, Flávia Bahia, ouvida pelo portal Exame, “Não será um ano de águas mansas o que, inclusive, ficou no passado”.  Contudo, uma das pautas mais aguardadas para a votação é o tabelamento do frete. Salvo que a o Plenário do Supremo Tribunal Federal deve analisar em fevereiro de 2020 as ações que contestam a validade do tabelamento do frete rodoviário na Justiça. Contudo, essa foi uma das reivindicações dos caminhoneiros na greve de maio do ano passado.

Como a reforma da previdência pode impactar seus investimentos

A reforma da previdência pode causar impactos sobre juros de renda fixa. Assim, se houver riscos de que o texto não seja aprovado, o prêmio oferecido deverá ser maior do que o atual. Isso está relacionado a expectativa dos investidores. Salvo que quanto maiores os juros futuros, menores serão os preços dos títulos. Consequentemente, maior será a taxa de rentabilidade exigida.

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

Os papéis pós-fixados podem sofrer mudanças de taxa de retorno. Há um percentual de indexador de economia, como a taxa Selic ou o CDI. Quanto maior o indicador, maiores os rendimentos.