Ministro da Fazenda faz alerta aos candidatos sobre situação fiscal do Brasil

Aos poucos e sem muito alarde, o Ministério da Fazenda começou a fazer a apresentação da situação das contas públicas do país, aos coordenadores de campanha dos pré-candidatos ao cargo de Presidente do Brasil. Previsões do Orçamento para o próximo ano e os riscos fiscais também estão na pauta.

Patrícia Auth
Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Crédito: O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, fala à imprensa sobre a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) cobradas sobre os combustíveis, no Palácio do Planalto.

O assunto está sendo levantado por causa da preocupação com a situação das contas públicas, que é grave, mesmo com o ajuste que vem sendo feito nos últimos anos.

A equipe do Ministério da Fazenda se mostra aflita porque, faltando apenas quatro meses para as eleições, ainda faltam debates sobre as reformas fiscais, vistas como fundamentais para a melhora do desempenho econômico.

O que está em xeque?

Teto de Gasto

Entre as principais preocupações da atual equipe econômica, está o risco de mudanças no que diz respeito ao teto de gasto, que é a regra fiscal constitucional criada no governo de Michel Temer. Essa regra fixa o teto de despesas públicas durante o ano, tendo como base a inflação. O problema é que vários políticos, de diferentes partidos, defendem mudanças do teto de gasto, por acharem a regra restrita demais.

Regra de Ouro

O cumprimento da regra de ouro também é visto como “dor de cabeça” pela atual equipe econômica. Para quem não lembra, a regra de ouro, igualmente prevista na Constituição, impede a emissão de dívida pelo governo para pagar as chamadas despesas correntes, tais como salários e alugueis.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Tudo indica que a regra não deve ser cumprida no ano que vem, isso por causa dos seguidos rombos nas contas públicas. Para cumprir as metas de 2019, o governo acredita que seja necessário um crédito extraordinário bilionário.

Além de tudo isso, a equipe econômica de Michel Temer defende o congelamento do reajuste dos servidores públicos no próximo ano.

[box type=”warning” align=”” class=”” width=””]As novas projeções indicam que o Brasil pode ficar com as contas no vermelho por mais tempo do que se imagina. Atualmente, a previsão é de que as despesas continuam ultrapassando o valor das receitas do governo até o ano de 2021.[/box]

Pensando em investir…

E não sabe por onde começar? A gente te ajuda com o teste de perfil.

[banner id=”teste-perfil”]