Minerva (BEEF3) informa resgate de notas 2026; Melnick (MELK3) paga dividendos

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação Minerva

A Minerva (BEEF3) informa que resgatou através da opção make-whole, todas e quaisquer Notas 2026 que se encontravam em circulação. Este movimento  faz  parte  do  processo  de liability management da empresa,  com objetivo  de alongar o  perfil  de  endividamento, reduzir a  dívida  bruta  e  o  custo  da  estrutura  de capital da companhia.

O processo se iniciou com a oferta no exterior de bônus (bonds), no valor total de US$ 1 bilhão com vencimento em 2031e taxa de juros de 4,375% a.a. Os recursos desta emissão foram utilizados para  a recompra  antecipada de 75,81% do saldo  em  aberto das Notas 2026, que possuíam cupom de juros de 6,5% a.a.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Este movimento implicou em uma redução de mais de 200 bps, em dólares norte-americanos, no custo anual desta parcela da dívida, informa a empresa.

Os 24,19%restantes em aberto foram resgatados no dia 30/04/2021, por meio da opção make-whole.

Melnick (MELK3) paga dividendos

A Melnick (MELK3) informa que pagará R$ 1.294.919,12 em dividendos, correspondentes a R$ 0,00636047 por ação ordinária, no dia 31 de maio.

Focus (POWE3) tem mudança na vice-presidência

A Focus Enegia (POWE3) informa a renúncia de Eduardo Dal Sasso Mendonça Cruz do cargo de Diretor Vice-Presidente  Financeiro  e de Relações com Investidores, sendo substituído por Alexandre  Mafra Guimarães, que passa a ocupar os mesmos cargos.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3