Microsoft (MSFT34) prevê perdas com impacto do coronavírus

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A Microsoft (MSFT34) anunciou na quarta-feira (26) que provavelmente não irá cumprir sua previsão de receita trimestral para seus negócios relacionados com a plataforma Windows e computadores pessoais. A empresa diz que tal expectativa é resultado do surto do coronavírus, reduzindo suas ações em mais de 1% nas negociações pós-mercado.

A empresa disse que os demais fatores de suas perspectivas fiscais para o terceiro trimestre não foram alterados: “embora tenhamos uma forte demanda do Windows alinhada com nossas expectativas, a cadeia de suprimentos está em um ritmo mais lento do que o previsto”, afirmou a empresa em comunicado.

“Como a Microsoft monitora de perto o impacto da emergência de saúde Covid-19, nossa principal prioridade continua sendo a saúde e a segurança de nossos funcionários, clientes, parceiros e comunidades. Nossa equipe global está atuando para ajudar a proteger nossos funcionários de acordo com a orientação das autoridades globais de saúde. Em todo o mundo, os funcionários da Microsoft estão trabalhando para apoiar as organizações que enfrentam os desafios. A Microsoft também continua a fazer doações para esforços de alívio e contenção, incluindo o fornecimento direto de tecnologia para ajudar hospitais e trabalhadores médicos”, segue.

Gargalo chinês

Como muitas empresas ao redor do mundo, de vários ramos, da automobilística à de eletro-eletrônicos, a Microsoft também sofre com o gargalo chinês de peças e suprimentos que não estão sendo produzidos devido ao surto do Covid-19. Amplas áreas da economia chinesa fecharam ou desaceleraram por causa do vírus.

A Microsoft é a segunda empresa do clube trilionárias de dólares a frear as perspectivas. No início deste mês, a Apple disse que talvez não consiga atender às previsões de vendas do trimestre de março.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

A fabricante de software esperava que a unidade More Personal Computing, que abriga o Windows, registrasse receita no terceiro trimestre entre US$ 10,75 bilhões e US$ 11,15 bilhões. Seus computadores Windows e Surface tiveram um impacto mais negativo do que o esperado, informou a Microsoft no mesmo comunicado.

“À medida que as condições evoluírem, a Microsoft atuará para garantir a saúde e a segurança de nossos funcionários, clientes e parceiros durante esse período difícil. Também continuaremos a parceria com autoridades locais e globais de saúde para fornecer assistência adicional. Agradecemos profundamente o comprometimento das pessoas e organizações que se uniram para lidar com essa emergência de saúde; nossos pensamentos estão com todos os afetados em todo o mundo”, encerra.

LEIA MAIS
Resultado surpreende e Microsoft lucra 11,65 bi no trimestre

Microsoft deve investir US$ 1,1 bilhão no México nos próximos 5 anos