México analisa cancelamento de contrato entre Baskem (BRKM5) e Pemex

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

O presidente mexicano Andrés López Obrador informou hoje (26) que seu governo está analisando a possibilidade de cancelar o acordo de fornecimento de etano firmado entre a petrolífera Pemex e o consórcio Braskem-Idesa.

“Estamos estudando se o contrato pode ser cancelado, se isso pode ser feito legalmente…há uma avaliação em andamento”, afirmou Obrador a imprensa. Com informações da Reuters.

As condições firmadas no contrato, obriga a Pemex a fornecer etano a preço bem abaixo do nível do mercado para a Braskem-Idesa próxima do porto de Coatzcoalcos.

A Braskem possui 70% da participação do consórcio e a Idesa detém o restante.

Depois da fala de Andrés Obrador, o consórcio disse que “continua com um diálogo construtivo com a Pemex para solucionar o desabastecimento de etano”.

Os representantes da Braskem no Brasil não comentaram o assunto de imediato.

Em 2015, foi iniciada a operação do complexo petroquímico Etileno XXI, no sudeste do México, depois do investimento de US$ 5,2 bilhões.

Caso o contrato seja cancelado, a petrolífera mexicana deverá adquirir do consórcio o complexo Etileno XXI, avaliado em aproximadamente US$ 1,2 bilhão, mais outras despesas, conforme um anexo ao contrato visto pela Reuters. O valor da unidades é depreciado até final do acordo em 2034.

Antes do complexo Etileno XXI iniciar as atividades, a Pemex tinha excesso de etano. Mas nos últimos anos, com a queda sustentada da produção petrolífera, os 88 mil barris por dia (bpd) de etano não são suficientes para atender os complexos Morelos e Cangrejera com 66.900 bpd e entregar os 66 mil bpd para Braskem-Idesa.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374