Metalúrgica Gerdau (GOAU4) tem queda de 15% no lucro no 2TRI20

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Crédito: Metalúrgica Gerdau tem queda no lucro

A Metalúrgica Gerdau registrou lucro de R$ 313 milhões no segundo trimestre de 2020, o que representou uma queda de 15% em relação ao mesmo período do ano passado.

O lucro líquido ajustado, que inclui itens não recorrentes como custos fixos das usinas paradas, líquido de recuperações de créditos e provisões no trimestre, ficou em R$ 189 milhões, uma queda de 48,7% em relação aos meses de abril a julho de 2019.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 1,385 bilhão, uma retração de 5% na mesma base de comparação. Já o Ebitda ajustado recuou 16,3%, para R$ 1,316 bilhão. A margem Ebitda ajustada passou de 15,5% no ano passado para 15% agora.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

O resultado financeiro foi negativo em R$ 330 milhões, 9% mais alto que o resultado do segundo trimestre de 2019. De acordo com a empresa, os números refletem a variação cambial no período.

Metalúrgica GerdauReceita líquida

A receita líquida da companhia somou R$ 8,744 bilhões, retração de 13,8%. A queda foi causada pelas paradas de produção nas usinas da empresa, em virtude da Covid-19.

As vendas de aço no período apresentaram redução tanto em relação ao primeiro trimestre como ao segundo trimestre de 2019. A causa foi o menor volume vendido em todas as operações de negócio, com exceção da unidade do Brasil, que registrou aumento nos volumes de vendas em comparação com o primeiro trimestre.

Resultado operacional

O lucro bruto e a margem bruta recuaram, sobretudo, segundo a empresa, em função de a queda na receita líquida ter sido mais relevante do que a queda nos custos das vendas. O custo por tonelada vendida apresentou alta de 14% contra alta de 8% na receita líquida por tonelada vendida no mesmo período comparado.

As despesas com vendas, gerais e administrativas diminuíram em função de medidas para redução de custos e despesas frente aos efeitos da Covid-19, mesmo com impacto adverso do câmbio.

Endividamento

A Metalúrgica Gerdau encerrou o segundo trimestre com uma dívida líquida de R$ 14,429 milhões, um pouco acima dos R$ 14,051 milhões no encerramento do primeiro trimestre.

Em 30 de junho de 2020, 18,4% da dívida bruta era de curto prazo e 81,6% de longo prazo;  14,4% era em reais, 85,5% em dólar norte-americano e 0,1% em outras moedas.

No final do trimestre, 53% do caixa da companhia estava em dólar norte-americano.

Dividendos

A Metalúrgica Gerdau informou ainda que o conselho de administração optou por não antecipar o pagamento dos dividendos referentes ao segundo trimestre, em razão das incertezas com a Covid-19 sobre os resultados em 2020. E ainda para garantir a liquidez da companhia. “Reiteramos que a política de dividendos permanece em 30% do lucro líquido ajustado para o exercício, sendo facultativa a sua antecipação”, diz o documento.