Ibovespa futuro abre em alta, em linha com exterior

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Ibovespa futuro abriu em alta de 1,75% nesta quarta-feira (13), aos 78.920 pontos, em sintonia com os mercados internacionais, que ainda se dividem entre a animação com a retomada da atividade econômica e o receio se este é o momento correto para o relaxamento das medidas de distanciamento social. O temor com uma segunda onda de contágios é real.

Los Angeles já anunciou que deve manter o “fique em casa” até julho. Ontem (12), Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, uma das principais autoridades em saúde do país,  alertou que a reabertura muito rápida pode adicionar riscos ao país.

Quincy Krosby, estrategista-chefe de mercado da Prudential, disse à CNBC que o mercado está “esperando para ver como a economia reage à reabertura”.

Os mercados futuros de Nova York operam em alta na manhã desta quarta-feira (13), às 9h15. Ontem, os índices tiveram perdas de 2% na média.

  • S&P: +0,74%
  • Nasdaq: +0,94%
  • Dow Jones: +0,76%

Europa

Os mercados europeus estão em baixa, com a divulgação de dados desanimadores. A prévia do Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido apontou uma queda de 5,8% em março, sendo a maior já registrada pelo país.

A produção industrial recuou 11,8% em março, ante 0,1% em fevereiro, segundo divulgação da Eurostat.

Más notícias também vieram dos grandes bancos. O alemão Commerzbank anunciou que teve prejuízo líquido de 295 milhões de euros no primeiro trimestre. O ABN Amro, da Holanda, 395 milhões de euros de prejuízo líquido.

  • DAX, Alemanha: -1,28%
  • FTSE, Reino Unido: -0,76%
  • CAC, França: -1,52%
  • FTSE MIB, Itália: -0,85%
  • Stoxx 50: -1,22%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam o dia mistos, com alerta sobre novos contágios na China e na Coreia do Sul.

  • Nikkei, Japão: -0,49%
  • Xangai, China: +0,22%
  • HSI, Hong Kong: -0,27%
  • ASX 200: +0,35%
  • Kospi, Coreia: +0,95%

Petróleo

  • WTI (junho 2020): US$ 25,73 (0,19%)
  • Brent (julho 2020): US$ 30,16 (+0,66%)

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos