Mercados futuros de NY operam em queda à espera de debate

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Após as altas de ontem, a terça-feira (29) começou com os mercados futuros de Nova York oscilando entre o terreno negativo e a estabilidade.

Hoje acontece o primeiro debate entre Donald Trump e Joe Biden na corrida presidencial dos Estados Unidos. Acusações de que Trump sonegou impostos e ataques à China devem estar entre os temas.

Ainda no radar do investidor estão possíveis definições quanto ao novo pacote de estímulo desenhado pelos democratas de US$ 2,2 trilhões, menor do que o inicialmente proposto pelo partido, mas maior do que querem os republicanos.

O coronavírus também assombra, com o total de mortes no mundo ultrapassando a marca de 1 milhão.

Na Europa, Reino Unido e União Europeia dão sinais de que o aguardado acordo comercial pós-Brexit ainda está longe de uma definição.

Destaques no Brasil

Ontem, a bolsa brasileira começou bem, mas descolou do exterior e fechou em forte queda e foi abaixo dos 95 mil pontos – perdeu 2,41%, aos 94.666 pontos. A proposta apresentada para o Renda Cidadã, que substituirá o Bolsa Família, não agradou o mercado, contornando o teto de gastos e piorando a crise fiscal.

Para financiar o programa, a proposta é usar os recursos de pagamento de precatórios e parte do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Os precatórios são títulos da dívida pública reconhecidos após decisão definitiva da Justiça.

Veja as cotações às 9h56:

Mercados futuros de Nova York

  • S&P: -0,14%
  • Nasdaq: -0,36%
  • Dow Jones: -0,12%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: -0,23%
  • FTSE, Reino Unido: -0,36%
  • CAC, França: -0,01%
  • FTSE MIB: +0,10%
  • Stoxx 600: -0,23%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: +0,12%
  • Xangai, China: +0,21%
  • HSI, Hong Kong: -0,85%
  • ASX 200: 0%
  • Kospi, Coreia: +0,86%

Petróleo

  • WTI (novembro 2020): US$ 40,22 (-1,06%)
  • Brent (dezembro 2020): US$ 42,14 (-0,90%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2020): US$ 1.888 a onça-troy (+0,34%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 114,48 (+1,43%)