Ibovespa futuro segue bolsas internacionais e abre em alta

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Ibovespa futuro abriu em alta de 1,08% nesta terça-feira (12), aos 79.850 pontos, seguindo mercados internacionais, que operam em alta em sua maioria.

No Brasil, foi divulgada há pouco a ata referente à última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), onde o colegiado reforça que deve cortar a taxa Selic em mais 0,75 ponto no próximo encontro. Na semana passada, o comitê reduziu a taxa de 3,75% para 3,00%.

No exterior, investidores estão no impasse entre a necessidade de reabrir a economia pós-quarentena e a ameaça de novas ondas de coronavírus. Alemanha, Coreia e China alertaram para o aumento de casos de Covid-19 com o relaxamento das medidas de isolamento social.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a reabertura precoce pode ser um risco. “Os mercados estão divididos entre o risco e o otimismo com a reabertura e a cautela com os dados econômicos ainda sombrios”, disse Mike Pyle, estrategista-chefe de investimentos global do BlackRock Investment Institute, para a CNBC.

O que você verá neste artigo:

Nova York

Os mercados futuros de Nova York operam em leve alta.

As ações de tecnologia seguem como as mais procuradas, já que as empresas se mostraram as mais resilientes durante a crise do coronavírus.

As ações da Amazon e da Netflix subiram mais de 30% no ano, enquanto a Microsoft subiu 18%. A fabricante de chips Nvidia atingiu um recorde histórico na segunda-feira (11), elevando seus ganhos em 2020 para 37%.

  • S&P: +0,37%
  • Nasdaq: +0,40%
  • Dow Jones: +0,44%

Guerra comercial

EUA e China seguem a novela sobre o acordo comercial, cuja primeira fase foi assinada em janeiro. Enquanto Trump acusa o país asiático pelo coronavírus e ameaça invalidar o acordo caso os chineses não efetuem as compras de produtos norte-americanos estipuladas na Fase 1, imprensa e autoridades na China falam em uma nova negociação que seja mais interessante.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Hoje, o ministro das Finanças da China anunciou uma lista de 79 produtos dos EUA com isenções tarifárias, para impulsionar as importações dos Estados Unidos. A isenção vale de 19 de maio deste ano a 18 de maio de 2021 e inclui principalmente minérios.

Europa

As ações europeias flutuam nesta manhã, com os investidores cada vez mais preocupados com uma segunda onda potencial de casos de coronavírus.

  • DAX, Alemanha: +0,36%
  • FTSE, Reino Unido: +0,86%
  • CAC, França: -0,30%
  • FTSE MIB, Itália: +0,97%
  • Stoxx 50: +0,22%

Ásia

Os dados da inflação chinesa vieram acima das expectativas. O índice de preços ao consumidor de abril subiu 3,3% ano a ano, contra as expectativas de um aumento de 3,7%. Já o índice de preços ao produtor da China em abril caiu 3,1% ano a ano, quando se esperava uma queda de 2,6%. Além disso, a Toyota anunciou que prevê uma queda de 79,5% em sua receita para 2021.

  • Nikkei, Japão: -0,12%
  • Xangai, China: -0,11%
  • HSI, Hong Kong: -1,45%
  • ASX 200, Austrália: -1,07%
  • Kospi, Coreia: -0,68%

Petróleo

A Saudi Aramco, maior petrolífera do mundo, reportou queda de 25% em seu lucro líquido no primeiro trimestre. O anúncio indica uma queda provável nos investimentos e, consequentemente, na produção. Isto ajuda o preço da commodity, influenciando valores especialmente no curto prazo.

  • Brent (julho 2020): US$ 30,66 (+3,48%)
  • WTI (junho 2020): US$ 25,52 (+5,72%)

O que são Debentures e como funciona