Ibovespa futuro abre em queda, em linha com exterior

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Ibovespa futuro abriu em queda de 0,49%, aos 81.100 pontos, nesta terça-feira (19), após alta superior a 4% no fechamento de ontem.

Hoje é dia de realização de lucros e acomodação também nas outras bolsas globais que responderam com valorizações expressivas à notícia ontem sobre uma vacina experimental da empresa de biotecnologia Moderna contra o coronavírus.

A empresa disse que, após duas doses, todos os 45 participantes do estudo haviam desenvolvido anticorpos contra o Covid-19.

As bolsas europeias caem e os futuros de Nova York operam mistos.

O presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, falam hoje ao Senado sobre recuperação e novos estímulos. Espera-se que Powell reitere o anúncio de fazer todo o possível para ajudar a economia.

  • S&P: -0,03%
  • Nasdaq: +0,21%
  • Dow Jones: +0,14%

Europa

Mercados europeus também em acomodação depois dos ganhos de segunda.

Alemanha e França anunciaram um fundo de 500 bilhões de euros para ajudar na recuperação econômica da região.

  • DAX, Alemanha: -0,26%
  • FTSE, Reino Unido: -0,32%
  • CAC, França: -0,52%
  • FTSE MIB, Itália: -1,50%
  • Stoxx 50: -0,14%

Petróleo

  • Brent (julho 2020): US$ 34,95 (+0,40%)
  • WTI (julho 2020): US$ 31,84 (+0,60%)

Mercados na Ásia

Mercados asiáticos acompanharam a onda global positiva de segunda e fecharam a terça-feira em alta, de olho na possibilidade de uma vacina, o que eliminaria os temores sobre uma segunda onda de contaminações.

Ontem, em reunião virtual da Organização Mundial da Saúde (OMS), o presidente chinês, Xi Jinping, prometeu injetar US$ 2 bilhões em dois anos para ajudar outros países a combater a pandemia.

Enquanto isso, Donald Trump continuava a criticar a entidade, com ameaça de retirada da ajuda financeira.

  • Nikkei, Japão: +1,49%
  • Xangai, China: +0,81%
  • HSI, Hong Kong: +1,89%
  • ASX 200, Austrália: +1,81%
  • Kospi, Coreia: +2,25%

Entenda a importância de se ter um assessor de investimentos