Investimentos

Mercado Futuro: O que é e como funciona

Conheça um pouco mais sobre como funciona o mercado futuro, ambiente que, além de ser de fundamental importância para a Bolsa, é capaz de impactar diretamente o futuro de empresas.

Mercado Futuro: O que é e como funciona
5 de 2 voto[s]

Hoje, você vai conhecer um pouco mais sobre como funciona o mercado futuro, ambiente que, além de ser de fundamental importância para a Bolsa, é capaz de impactar diretamente o futuro de empresas.

Ele é o mercado que movimenta o maior volume financeiro de negociações do Brasil.

Já pensou em ganhar com a alta ou a baixa de um determinado ativo?

Com o mercado futuro, é possível aumentar os seus lucros e, com perseverança, atingir a independência financeira.

Ao longo deste post, você descobrirá como ele funciona, estando apto para começar a investir. Vamos lá?!

Mercado futuro, um tipo de derivativo

O mercado futuro é um tipo de derivativo. Lembre-se que derivativos são aqueles contratos que dependem de outro ativo. Isto é, eles não correspondem a um ativo por si, mas são influenciados pela variação de outro.

Em outras palavras, trata-se de aplicações financeiras que têm seus preços de mercado derivando do comportamento de um determinado ativo, incluindo commodities, ações ou dólar.

asian businessman taking break laying on couch UP56WBH By Rawpixel 1024x683 - Mercado Futuro: O que é e como funciona
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

Assim, como o próprio nome indica, eles derivam de outro ativo.

Em um contrato derivativo, o investidor se compromete a comprar (ou a vender) o ativo do qual ele deriva em uma data futura determinada.

Para ficar mais claro, tome por exemplo o caso da taxa de juros: o valor a ser pago sempre dependerá do valor do ativo de referência. Isso levando-se em consideração o negociado no mercado à vista.

Operações do mercado de derivativos

Vale lembrar que o mercado de derivativos compreende, principalmente, em operações de mercado a termo, swaps, opções e mercado futuro, tema deste artigo.

O mercado futuro compreende um dos mercados mais apaixonantes do mundo das finanças.

Nele, as oscilações do Índice Futuro Bovespa; do dólar, do milho ou do café, por exemplo, podem ser altamente lucrativas.

O que é o Mercado Futuro?

O mercado futuro é um ambiente de negócios, como qualquer outro mercado, que possui vendedores e compradores.

Sendo um derivativo, no mercado futuro, são negociados contratos futuros que derivam de ativos.

O diferencial consiste no tempo da negociação: no lugar de ativos à vista, são negociados contratos que liquidam em uma data futura específica.

Nesse mercado, é possível lucrar com a alta ou com abaixa de um determinado ativo. Este pode ser uma moeda, uma commoditie, um índice e até mesmo uma taxa de juros.

São vários produtos que são negociados, dentre eles, destaca-se: a soja, o milho, o café, a carne, o dólar e o Índice Bovespa.

ripen coffee fruits on branch ready to harvest NCST4FM By baimaple 1024x683 - Mercado Futuro: O que é e como funciona
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By baimaple

Vale lembrar que cada produto possui peculiaridades em relação ao lote mínimo, à cotação, à margem de garantia e ao vencimento.

O boi gordo, por exemplo, possui 1 contato como lote mínimo que concebe 330 arrobas de carne bovina (4.950 kg); já 1 contrato do Café Arábia, por sua vez, é composto por 100 sacas de 60 kg, isto é, 6 toneladas.


Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil


Existem vários tipos de contratos futuros. Um que está ganhando a preferência dos investidores são os mini contratos, sobretudo, o mini-índice. Leia nosso artigo para saber o que o que são e como operá-los. Mas o que são contratos futuros?

Os contratos futuros

Um contrato futuro é um contrato que determina a compra ou a venda de algo em uma data futura específica.

Nessa negociação, o preço é fixado em pré-acordo, também chamado de “preço a termo”.

Ainda com dúvidas?! Vamos a um exemplo prático: suponha que você seja um vendedor que trabalha com a importação de pulseiras inteligentes e que entre em sua loja um comprador interessado em adquirir 50 pulseiras.

Entretanto, ele fará uma viagem e só quer realizar a compra daqui a 2 meses, pagando R$ 7 reais em cada unidade (a cotação do pedido, portanto, seria de R$ 350). Você fecha o negócio exigindo alguma garantia (uma moto, por exemplo) que é aceita.

handshake greeting corporate business travel PRA6EHJ By Rawpixel 1024x819 - Mercado Futuro: O que é e como funciona
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

Os dois meses passam e o cliente retorna à sua loja para comprar as 50 unidades do produto. Ocorre que houve uma crise em seu fornecedor e a fabricação da pulseira foi paralisada, fato que encareceu o preço de custo e, no final das contas, o valor de cada unidade subiu para R$ 10.

Dado esse fato, você explica para seu comprador que o valor já não é mais o mesmo e que a compra das pulseiras, atualmente, corresponde a R$ 500.

Como vocês fizeram um contrato, o comprador pode executar o contrato firmado e obter as 50 pulseiras por R$ 7 ou deixar com que você fique com as unidades, desde que lhe seja dado R$150 pela diferença de preços, pois vocês fecharam um contrato futuro, garantindo o preço acordado.

O mesmo princípio pode ser aplicado se o preço estiver caído de R$ 7 a unidade, para 5.

É exatamente essa a lógica do contrato futuro, que consiste, basicamente, no trabalho com preço vindouro do ativo.

Quem pode investir no mercado futuro?

Qualquer pessoa pode investir no mercado futuro, pois a negociação dos contratos não é feita pelo seu valor total.

Lembre-se, contudo, que se trata de um investimento de elevado grau de risco, que pode implicar ganhos extraordinários, mas também perda total do capital investido. Estude bastante essa operação e só invista quando tiver conhecimento e segurança.

Tipos de Investidores no Mercado Futuro

No mercado futuro, podemos destacar dois tipos de investidores: os hedgers e os especuladores.

Os hedgers procuram proteção contra uma possível baixa de preços (por isso compram contratos futuros: para ter a segurança de preço). Exemplo dessa categoria são os que o trabalho depende da cotação do dólar.

Outro exemplo são os investidores viajantes para o exterior que desejam aproveitar a taxa de câmbio do momento para comprar o dólar que será usado para pagar as despesas da viagem fora do Brasil. Para evitar, no ato da compra futura, enfrentar uma taxa de câmbio alto (o que pode acontecer e encarcerar a viagem), o investidor compra contratos futuros do dólar, garantindo o preço do momento.

Os especuladores são os investidores interessados em conseguir lucrar durante as oscilações de preços. Na prática, o agende especulador assume o risco que o hedger não deseja correr.

Como operar no mercado futuro?

Para operar no mercado futuro, é necessário ter conta em uma corretora de valores.

Após o cadastro, transfira o dinheiro para a conta o dinheiro que deseja investir.

Não se esqueça de que a transferência só pode ocorrer entre contas sob a mesma titularidade (mesmo CPF).

Após o cadastro e transferência do valor, é hora de operar os contratos que deseja, ação que é feita por meio do Home Broker ou plataforma.

graphic of investment stock market data analysis XYU26LT By Rawpixel 1024x683 - Mercado Futuro: O que é e como funciona
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

O ideal é que a decisão da compra e/ou venda seja tomada a parti de uma análise técnica (análise de gráficos) a ser feita conforme a estratégia e preferência de cada investidor.

O caminho é exatamente o mesmo ao que é feito na compra de ações: basta entrar no home broker, escolher o contrato e comprar.

Cada produto possui um código que é representado por três letras. Veja alguns códigos de negociação:

Boi Gordo = BGI

Milho = CCM

Café Arábica = ICF

Minidólar = WDO

Mini-índice Bovespa = WIN

Juros = DIDI1

Ao código, soma-se o mês de vencimento. Cada mês é representado por uma letra, confira:

Janeiro = F

Fevereiro = G

Março = H

Abril = J

Maio = K

Junho = M

Julho = N

Agosto = Q

Setembro = U

Outubro = V

Novembro = X

Dezembro = Z

Assim, se você quiser investir, por exemplo, em um contato de boi gordo que vence em novembro de 2020, deverá negociar o BGIZ20.

cattle herd PSFDKNG By manfredxy 1024x685 - Mercado Futuro: O que é e como funciona
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By manfredxy

Como funciona o mercado futuro?

Para investir no mercado futuro, você necessitará dispor de uma margem de garantia. Ela pode estar em dinheiro ou em bens na forma de ativos, como CDBs, ações ou títulos públicos.

Essa margem funciona como se fosse uma espécie de caução, servindo como garantia de pagamento no caso de, por exemplo, flutuações do mercado estarem negativas.

A margem gira em torno de 3 a 16%, conforme o contrato.

Principais características do mercado futuro

  • Ajustes diários, independente do lucro ou perda;
  • Liquidez elevada;
  • Negociação somente em Bolsa;
  • Possibilidade de vender (e comprar) ativos a qualquer momento.

Importância do ajuste diário

O ajuste diário que é realizado pela Bolsa de todos ativos visa, dentre outros pontos, diminuir o risco de inadimplência. Ele compreende a diferença entre o valor de ajuste e o valor que você está posicionado.

Sua fórmula é: AD = (PA – PC).

Tome nota:

AD = Ajuste diário

PA = Preço do ajuste

PC = Preço do contrato

Operações a serem feitas no mercado futuro

Os investidores podem realizar diversas operações no mercado futuro. Uma dela é a aposta na queda de um ativo.

stock market crash XHAWUP4 By Rido81 1024x680 - Mercado Futuro: O que é e como funciona
Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rido81

Nessa operação, por exemplo, ao apostar na queda dos preços de um determinado ativo, o investidor lucrará ao vender contratos futuros, o que é muito vantajoso para quem estará se posicionando como vendido.

Outra vantagem no mercado futuro é a alavancagem, possibilidade de investir um valor maior do que o que você possui em conta.

Considerações finais

O mercado futuro é um ótimo instrumento para que o investidor aplique operações estratégicas seja para se proteger de flutuações no preço dos ativos seja para alcançar lucros maiores.

Ao investir, estude bem o mercado futuro para não correr o risco das perdas serem maiores que os ganhos.

Tags

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close