Méliuz (CASH3) tem alta de 31,2% no lucro em 2020

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Meliuz

A Méliuz (CASH3) registrou um lucro líquido de R$ 19,7 milhões em 2020, crescimento de 31,2% em relação ao ano anterior

O volume de vendas (GMV) originado para os nossos parceiros do marketplace por meio do ecossistema Méliuz atingiu, ao final do 4T20, um total de R$955,5 milhões, representando um crescimento de 57% em relação ao 4T19.

Segundo a companhia, resultado foi fruto da combinação de fatores como: estratégias bem sucedidas de crescimento e aquisição de usuários; realização de campanhas comerciais exclusivas e com condições diferenciadas junto a grandes parceiros; contínuo crescimento e adesão dos consumidores a datas especiais para o setor como a Black Friday.

A Méliuz terminou 2020 com 14 milhões de contas abertas e 5,3 milhões de usuários ativos. No quarto trimestre, abriu 2,4 milhões de contas, uma média de 25 mil por dia.

Ebitda dispara 186%

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 30,3 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 186% na comparação ano a ano.

Enquanto isso, a margem Ebitda foi de 12,9%, alta de 3,9 p.p.

Receita cresce 53%

A receita líquida atingiu R$ 125,4 milhões no período, uma elevação de 53,9% na comparação anual.

De acordo com a Méliuz, neste resultado destaca-se o crescimento do produto Cartão de Crédito Méliuz, juntamente com o crescimento do resultado relativo aos parceiros do marketplace, o que impactou positivamente suas receitas.

Confira os destaques do balanço da Méliuz: