Melhor Investimento 2017? Saiba onde Investir!

Melhor Investimento 2017? Saiba onde Investir!
4.13 de 381 votos

“Encontre o melhor investimento e aprenda onde investir em 2017.”

Onde investir em 2017?
Guia Prático de escolha.

Rentabilidade e Melhor Investimento
Melhor Investimento Seguro

Assim como fiz em 2014, 2015 e 2016, quero apresentar a vocês um artigo completo, com linguagem simples e aplicações práticas.
Em outras palavras, um manual para você escolher investimentos em 2017.

Para cada Perfil, existe um Melhor Investimento

Se você é um leitor antigo já sabe, mas para aqueles que leem meus artigos pela primeira vez, vale a pena, primeiramente, entender o fundamento pelo qual se inicia a montagem de uma carteira.

Não existe o melhor investimento.
O que existe é o melhor investimento para você.
Isso por que cada investidor tem um perfil diferente, conforme seu apetite (ou não) pelo risco e de acordo com o prazo maior ou menor de investimento.

Neste artigo vou mostrar como planejo os meus investimentos, com foco no meu perfil que é Moderado.
Convido você a conhecer o seu Perfil de Investidor antes de fazer qualquer investimento.

Para conhecer o seu estilo, e receber uma sugestão mais adequada, sugiro que você faça um teste antes de continuar a leitura: Teste seu Estilo de Investidor

A qualquer momento você pode me enviar perguntas, caso esteja com dúvidas:




Confira o numero informado. Assim que possível, entraremos em contato para auxiliá-lo. Nosso código de área é 47.




Qual o melhor investimento para 2017: Resumo

Para os mais apressados, vamos ao tradicional resumo:

Desde Julho de 2015, tenho incentivado os investidores a se prepararem para a queda dos juros (SELIC) que começou no dia 19/10/2016, quando o COPOM começou a reduzir os juros de 14,25% para 14% ao ano.

Queda Taxa SELIC

Expliquei também que o mais importante não é a queda da SELIC mas sim, a expectativa desta queda.
De forma que quanto maior a expectativa de queda, maior será a rentabilidade do nosso investimento preferido de 2016 e que deverá ser o melhor investimento para 2017:

Os títulos que contêm a remuneração prefixada, como as NTN-B’s.

Expectativa de queda dos juros e confiança

É a expectativa de queda dos juros a responsável não só pela valorização dos títulos como Tesouro IPCA (NTN-B), mas também, de Debêntures e Fundos Imobiliários.

Vou explicar durante o artigo como ela afeta os investimentos.

E como se mede esta expectativa?

Através dos Índices de Juros futuros.
Por exemplo, a expectativa de juros para 2023 (DI1F23), que você pode ver no gráfico abaixo:

No gráfico abaixo (cada barra mostra uma semana), as barras brancas são semanas de alta e as barras pretas, semanas de baixa.

Atente para o detalhe: mesmo que no geral os juros tenham caído, em algumas das semanas eles subiram (barra branca).

Juros Futuros 2023 - DI1F23

Como você pode ver acima, o período que sucedeu o impeachment da presidente Dilma, gerou confiança nos investidores e derrubou a expectativa dos juros futuros, medida aqui pelo “DI Futuro para 2023”.

Isto acontece porque a curto prazo, ao saber das notícias do dia a dia, a confiança oscila.
No entanto, a tendência de longo prazo é que ela aumente e com isso os juros caiam.

Veja como na última semana do gráfico, os juros subiram muito devido à desconfiança gerada pela eleição de Donald Trump nos EUA.

Neste outro gráfico, você pode ver outro dado que confirma a mudança de expectativas onde a confiança do consumidor e da indústria passa a subir no início de 2016.

indices de confianca

Você pode ver estes dados atualizados aqui: FGV – IBRE

Confiança em Alta, Juros em Baixa = NTN-B em alta

Note que, depois que a confiança entrou em tendência de alta, no início de 2016, os juros entraram em tendência de baixa.

E seguiram assim, até o escândalo da JBS, que em um primeiro momento fez os juros futuros disparem.

Com o escândalo envolvendo o presidente Michel Temer contornado (ao menos até aqui), os juros voltaram lentamente à tendência de queda.

No entanto, a crise política parece ter deixado como legado, uma enorme dificuldade de governabilidade e incapacidade de aprovação das reformas estruturais que eram dadas como certas, antes do escândalo.

Finalmente, podemos ver que essa queda dos juros gerada pelo aumento da confiança, gerou uma valorização substancial nos Títulos do Tesouro, do tipo IPCA+ ou também conhecidos por NTN-B (Nota do Tesouro Nacional da série B).

Esse foi o melhor investimento de renda fixa em 2016!

Tesouro Direto foi o Melhor Investimento

Clique na imagem e veja valores atualizados. Valorização dos Títulos do Tesouro nos últimos 12 meses.

Acredito que uma nova valorização semelhante deva acontecer nos próximos 2 anos.
Para isso acontecer, precisamos que a inflação seja controlada e as reformas aconteçam no Brasil.

Diante disso, afirmo que a maior parte dos meus investimentos de Longo Prazo, irão para as NTN-B mais longas.
Por isso, escolha as NTN-B’s e Debêntures, somente se você tiver pelo menos 2 anos de horizonte de investimento.

Este prazo é importante para que as reformas estruturais sejam, de fato, implementadas.
Caso você precise do capital em 1 ano (por exemplo) e essas reformas atrasarem (como parece ser o caso), você poderá ter suas expectativas de retorno frustradas.

No final do artigo eu levantarei opções de investimentos de prazos mais curtos e que também podem ser bem rentáveis.

Curso Formação de Investimentos

Neste início, por se tratar de um resumo, não vou entrar nas características do Tesouro IPCA+ (NTN-B).
Durante o artigo, você poderá aprender com mais profundidade sobre eles, ou pode pular clicando aqui.

Renda Variável e Bolsa de Valores

As esperadas reformas estruturais, de maneira geral animam os consumidores que naturalmente compram mais, o que consequentemente, anima os empresários.

A indústria recebe investimentos, as projeções de lucros sobem e as ações passam a se valorizar pela demanda dos investidores – de olho nesses lucros.

Investimento Ibovespa

Quem também favorece as ações são os juros mais baixos, já que os dividendos e lucros gerado pelas empresas passam a ser mais atraentes para os investidores e essa demanda pelas ações pressiona seus preços para cima.

Durante 2016, o Indice Bovespa, que nada mais é do que uma carteira com as empresas mais negociadas na Bolsa de São Paulo, valorizou 58% e tudo leva a crer que as ações devam seguir subindo em 2017.

Avalie este artigo, e ajude-nos a criar melhores conteúdos: Envie dúvidas e sugestões para: contato@euqueroinvestir.com
Melhor Investimento 2017? Saiba onde Investir!
4.13 de 381 votos

Por isso, dentro do recomendado para o seu perfil de investidor você deve alocar (colocar) parte do seu capital (dinheiro) em ações.

Essa parte ou percentual varia, conforme menos conservador é o seu perfil e vai de 0% até 25% na maior parte dos casos.

Os produtos indicados para ganhar neste processo são:

1 – A compra direta das ações que é mais indicada para quem vai investir mais de R$ 10.000,00.
Isto porque com este capital, você será capaz de diversificar uma carteira entre pelo menos 5 ativos.

2 – Utilizar os fundos de investimentos, que apesar das taxas de administração, acabam por gerar rentabilidades maiores a longo prazo.
Isto porque normalmente são administrados por uma equipe multidisciplinar e experiente.

Você deve estar se perguntando, por que investir usando fundos? Já vou responder esta pergunta.

COE - Certificado de Operações Estruturadas

Por que escolher os Fundos de Investimentos

Você vai ouvir muita gente falando que investir diretamente em ações é mais barato e mais rentável, mas acredite, conheço raríssimos casos de pessoas que ganham dinheiro a longo prazo com ações.

Além do mais, vamos as contas: se você for investir R$ 100.000,00 e alocar 10% em ações, assim, um fundo que cobre 2% de taxas de administração, vai cobrar apenas R$ 200,00 sobre os R$ 10.000,00 que você vai investir em ações em um ano.

Mesmo que você invista R$ 200.000,00 em ações, não é nada mal pagar 2% para um fundo que lhe entregue 30% de retorno!
Ainda mais para uma equipe vencedora cuidar de seu capital.

Siga-nos no Facebook e receba as atualizações do Blog: Envie dúvidas e sugestões para: contato@euqueroinvestir.com

Como encontrar o Melhor Fundo de Investimentos

Como saber qual o melhor fundo de ações, qual é bem administrado?
A maneira mais fácil é olhando para o passado, precisamos nos certificar de que este fundo tenha conseguido vencer o Índice Bovespa no longo prazo.

Quando se trata de fundos de ações, precisamos saber se a volatilidade, ou seja, a flutuação do investimento se justifica e isso é medido pelo Índice Sharpe.
Vou explicar durante o artigo mais sobre este índice.

Na imagem abaixo, filtrei os fundos de ações que você pode encontrar na XP Investimentos (a corretora que te da mais acesso a fundos) e ordenei os que tem melhor Sharpe.

Melhores Fundos de Investimentos Tabela

Guia de Fundos





A atitude mais comum ao olhar uma tabela deste tipo, é simplesmente investir todo o seu capital no primeiro colocado. Mas isso não é nada prudente, o ideal é observar bem a volatilidade de cada fundo e entender se você está disposto a aceitar ela.

Uma maneira de fazer isto é usar a nossa ferramenta comparadora de fundos, onde você pode medir visualmente o desempenho destes fundos. Na imagem abaixo, eu comparo 3 daqueles que estão no topo da lista, você pode clicar nela e acrescentar fundos em nosso comparador:

Comparação dos 3 melhores Fundos de Investimento em ações.

Clique na imagem para abrir o Comparador de Fundos.

Resumo do Resumo!

1 – Para cada perfil de investidor existe um Melhor Investimento, ou melhor carteira;
2 – Os juros devem cair, o que deve valorizar investimentos como Tesouro IPCA+ (NTN-B), Debêntures e Fundos Imobiliários;
3 – As reformas estruturais e a queda dos juros vão beneficiar a economia e consequentemente as ações.
4 – Se você for investir em ações, prefira fundos de investimentos a fim de poder diversificar sua carteira.

Você pode assistir um vídeo deste artigo, em nosso canal no Youtube

Palestra: Melhor Investimento para 2017

Nossas palestras Melhor Investimento 2014, 2015, 2016 e 2017, já foram assistidas por mais de 500.000 pessoas, garanto que você não vai se arrepender.

Espero que você tenha gostado do Resumo até aqui. A partir de agora vamos aprofundar o assunto.

Melhor Investimento para 2017. Artigo Completo.

Agora que você leu o “resumo”, vou explicar com maiores detalhes cada um dos investimentos e termos que citei no início do artigo.

Como os juros influenciam a escolha do melhor investimento

Como mostrei acima, o governo já conseguiu reduzir a taxa SELIC neste final de 2016, de 14,25% chegando a atuais %.

Mas olhando para o passado podemos ver que as taxas vinham em uma tendência de baixa desde 2003 sendo que desde 2013, depois de chegar em 7,25% esta tendência se inverteu e os juros passaram a subir.

De fato os juros subiram entre maio de 2013 e agosto de 2015 quando a SELIC chegou em 14,25% até a primeira redução da taxa em outubro de 2016. Veja a SELIC efetiva no gráfico abaixo.

Mas o que é a taxa SELIC? Nada mais é do que a taxa base de juros que o governo paga para quem compra seus títulos.

O que é a SELIC: Conceito

Clique aqui ou na imagem e veja no site do Banco Central

Por qual razão o governo vende títulos?

O Governo vende títulos para financiar seus custos, já que o mesmo gasta mais do que arrecada em impostos. Assim ele complementa a sua renda “pegando” dinheiro emprestado dos investidores, empurrando o problema com a barriga, como efeito colateral, este processo gera inflação já que aumenta a quantidade de dinheiro na economia.

Necessidade de Financiamento do Setor Público – NFSP

No gráfico abaixo, a linha amarela mede a diferença entre o que o governo arrecada e o que ele gasta, sempre que estiver abaixo de zero, o governo está gastando menos do que arrecada, note que a partir do fim de 2014 o governo passou a gastar mais do que arrecada.

a linha verde, são os juros pagos pelo governo sobre as dívidas contraídas no passado, depois de anos em patamar estável os juros vem subindo fortemente. E finalmente a linha vermelha representa a soma das anteriores, o chamado Resultado Nominal.

O Resultado Nominal, representado pela linha vermelha, é a soma do que o governo arrecada menos o que gasta, menos os juros da dívida. Em Setembro de 2016 o valor está em R$ 576 bilhões. Este é o valor com que está aumentando nossa dívida nos últimos 12 meses.

Por que o Governo aumenta os juros?

A pergunta que você deve estar se fazendo é: -Por que o governo aumenta os juros? Ele aumenta os juros para frear a inflação, pois com juros altos, consumidores compram menos porque tem menos acesso a financiamentos.

Assim como também há maior estimulo à “poupança” (já que investir se torna cada vez mais interessante) diminuindo também a demanda por produtos e serviços, o que consequentemente força uma redução dos preços.

Espera-se que a inflação ceda, devido ao controle das contas públicas por parte do Governo (o maior gerador de inflação). Notaremos esta mudança quando a linha amarela inflexionar para baixo. Assim, o governo poderá reduzir a SELIC de forma mais intensa.

A melhor maneira de conter a inflação não é mexendo na SELIC mas sim contendo os custos (linha amarela do gráfico de custos), mas funciona. Veja no gráfico acima que sempre que a inflação sobe o governo aumenta a SELIC e o reflexo deste aumento nos juros é a queda da inflação.

O Brasil tem um dos maiores juros reais do Mundo

Outro motivo que nos faz pensar em uma queda da SELIC é que o Brasil tem um dos maiores juros reais do mundo. Se você não sabe o que são juros reais, eles são a diferença entre a taxa de juros (SELIC no Brasil) e a inflação (IPCA no Brasil). Acredita-se que o Brasil poderia ter juros reais como os do México, bastam alguns ajustes.

Neste link, explico em vídeo como se calculam os juros reais.

Outro fator que contribui é o “Risco Brasil”, medido pelo preço do seguro contra calotes do governo.

Entre 2010 e 2014, o risco ficou na faixa de 1% a 2%. Subiu até 5% do final de 2014 a inicio de 2016 (época em que o governo passou a gastar muito mais do que arrecada) e agora volta a cair, amparado na possibilidade de aprovação das reformas propostas.

CDS - Credit Default Swap Brazil para Investimentos

Este “seguro” mais baixo, ajuda o país a ter juros reais menores. Em teoria caso o nosso risco fosse o mesmo do México (CDS = 1,5%) talvez pudéssemos ter um juro real igual ao mexicano.

CDS México

Imaginando uma inflação de 6%, poderíamos ter uma SELIC em 8,7% (6% + 2,7% = 8,7%). Com um Risco Brasil mais alto, não podemos ter um juro real tão baixo porque afugentaria o investidor estrangeiro que preferiria investir em países com menor risco, como o próprio México.

Podendo escolher entre dois países com o mesmo juro real, em qual teríamos o melhor investimento? Naquele que nos oferecer o menor risco!

Finalmente, a saída dos dólares do país iria desvalorizar nossa moeda, aumentar o preço do dólar em reais e consequentemente iria pressionar a inflação ainda mais para cima forçando o governo a manter os juros altos.

E qual o melhor Investimento para este cenário econômico?

Em um cenário de queda dos juros, os melhores investimentos são os prefixados ou aqueles que tem uma parcela de sua rentabilidade prefixada.

De forma que quanto mais longo o prazo, maior será a sua valorização e no Brasil o título que alia segurança com a maior rentabilidade deverá ser o título do Tesouro chamado NTN-B.

Palestra Melhor Investimento para 2017

Como a queda dos juros valoriza as NTN-B?

Os títulos prefixados tem um dia de vencimento e um valor de face definido. Valor de face é por quanto o emissor (no caso o governo) vai devolver a você na data do resgate do título (no vencimento).

Curiosidade: Tesouro Direto é o nome do programa de venda de Títulos do Tesouro Nacional, feito diretamente do governo para a população. Popularmente ao longo dos anos o nome do programa virou sinônimo para o investimento, e hoje muitas pessoas costumam dizer: – Vou investir no Tesouro Direto ou Vou investir no TD.

Entendendo o valor de face de investimentos prefixados

Pensemos em um título imaginário que vai render 14% ao ano, com vencimento em 3 anos e que no vencimento valerá R$ 1.000,00. Qual o valor que pagaremos por este título hoje?

Juros Prefixados 14%

Entendendo a imagem acima. Se você olhar o valor pago R$ 674,97 e for capitalizando (rendendo) os 14% ao ano, verá que depois de 3 anos vamos chegar em R$ 1.000,00

Imagine que os juros caiam para 8% ao ano, qual seria o novo preço a pagar pelo título?

Juros Prefixados 14%

Perceba que já que o título tem valor no vencimento fixo de R$ 1.000,00, o que muda com a alteração da taxa de juros é o valor inicial do título, também chamado de preço unitário (PU). Quanto maior os juros, menor o valor inicial (PU) e quanto menor os juros, maior o valor inicial (PU).

Comparativo Juros Prefixados 8% e 14%

Note que quanto maior o prazo, maior é a potencial valorização com a queda dos juros.

Investimentos para prazos diferentes

Como disse no início deste artigo, as NTN-B bem como as Debêntures, deverão ser o melhor investimento em 2017. Porém os mesmos são indicados para quem pode deixar o dinheiro investido por pelo menos 2, ou quem sabe 3 anos.

Se você tem um prazo menor para investir, deve procurar outras opções de investimentos.

Se o seu prazo for menor que um ano, considere seriamente os pós-fixados. De maneira rápida vou lhe apresentar alguns investimentos que serão interessantes para cada prazo de investimento.

A mesma ideia funciona para todos os investimentos que tem um valor de face no vencimento, ou seja, um valor já fixado no vencimento como as Debêntures, CRAs, CRIs e outros.

Resumindo: Melhor Investimento de Renda Fixa em 2017

Os melhores investimentos serão aqueles que ganham com a queda das taxas de juros. Sendo o mais conhecido o Tesouro IPCA+ ou NTN-B, tanto por sua segurança quanto pelo potencial de rentabilidade, já que existem NTN-Bs com vencimento para daqui a 20 anos ou mais.

Se você é um investidor mais arrojado, pode também compor a sua carteira com Debêntures Incentivadas (bem como fundos de debêntures incentivadas) e Fundos Imobiliários, que podem entregar ainda mais rentabilidade, com garantias que apesar de menores ainda são bastante sólidas.

Entenda Quem Somos e Como Podemos Ajudar

Somos um Blog de Educação Financeira e nosso objetivo é difundir o máximo conhecimento possível, para que você encontre o Melhor Investimento para o seu Estlio de Investidor.

Quem Somos - EuQueroInvestir

Nossos autores em sua maioria, são Educadores de destaque no mercado financeiro, conciliando assim, conteúdo com experiência prática de negócios.

Se você possui alguma dúvida mais específica, pode contatá-los através do formulário abaixo!





Confira o numero informado. Assim que possível, entraremos em contato para auxiliá-lo. Nosso código de área é 47.




Gostou do artigo? Então deixe a sua impressão usando o Facebook e ajude-nos a divulgar o portal.

Até o próximo artigo.

Juliano Custodio