Megaleilão do pré-sal vira pedra no caminho da Previdência

Leilão está previsto para novembro, enquanto aprovação da reforma em segundo turno foi adiada para o final de outubro

Matheus Leal
Eu Quero InvestirColaborador do

Crédito: Getty Images

O governo terminou e irá começar a semana com duas grandes dúvidas. A primeira delas é o adiamento da aprovação da reforma da Previdência, que estava prevista para o início de outubro, mas ficou apenas para o final do mês. Essa, por sua vez, depende também do megaleilão do pré-sal, que deve ser realizado no dia 6 de novembro.

Já conhece o nosso canal no YouTube? Clique e se inscreva

O megaleilão do pré-sal tem previsão de arrecadar nada menos que 106 bilhões de reais. Uma parte desse montante será destinado aos estados e municípios. No entanto, a porcentagem disponibilizada tem gerado conflitos entre Câmara e Senado, colocando a Previdência em risco.

Enquanto os senadores querem destinar 30% dos 106 bilhões aos estados e municípios, os deputados pretendem mandar apenas 20% e outros 10% para emendas. Um acordo, ou não, deve ser feito ainda nesta semana.

O governo espera que o leilão na camada do pré-sal seja viabilizado o quanto antes. A área de cessão onerosa foi cedida à Petrobras em 2010 e, após estudos, descobriu-se que havia muito mais volume do que o previsto. Inicialmente, achavam que dava para retirar cerca de 5 bilhões de barris. Hoje, há uma expectativa de até 10 bilhões.

LEIA TAMBÉM: Produção de petróleo no Brasil registra recorde em agosto

A Petrobras deve receber 33 bilhões de reais pelas pesquisas na área e, com o desenvolvimento, há previsão de que a produção brasileira dobre até 2030, indo para uma média de 4,5 milhões de barris por dia. Isso seria quase metade da Rússia, líder mundial do setor, que explora algo em torno de 10 milhões de barris por dia. O investimento também deve aumentar de forma consideravelmente e atingir uma média anual de 18 bilhões de dólares a partir de 2025.

A tendência é que pelo menos 14 das principais petroleiras do mundo se unam em consórcios e deem um lance generoso na valiosa área do pré-sal. As reservas têm baixo risco de exploração e um retorno quase 100% garantido.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Quando e onde investir

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada que um teste feito em qualquer ferramenta na internet, exige uma análise mais criteriosa e dedicada para cada pessoa.

os perfis de investidores

Para ter uma visão precisa do perfil é preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Esta é a função do Assessor de Investimentos

Entender o investidor em uma profundidade maior que um teste de perfil na internet. É a nossa função como uma empresa especializada em educação financeira.

O primeiro passo é fazer uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um Assessor de Investimentos. É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil e avaliar o alinhamento com seus atuais investimentos.