Marcopolo (POMO4) tem queda de 98,6% no lucro no 2TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação/ Marcopolo

A Marcopolo (POMO4) divulgou nesta segunda-feira (3) um lucro líquido de R$ 1,3 milhão no segundo trimestre de 2020, uma queda de 98,6% em relação ao mesmo período de 2019.

A margem líquida atingiu 0,2%, baixa de 7,8 pontos percentuais.

A produção consolidada da Marcopolo foi de 2.335 unidades no segundo trimestre. No Brasil, a produção atingiu 2.042 unidades, 45,5% inferior à de igual período de 2019, enquanto que no exterior a produção foi de 293, 47,1% inferior às unidades produzidas no mesmo período do ano anterior.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

De acordo com a empresa, a produção foi negativamente afetada pela concessão de férias coletivas nas duas primeiras semanas de abril no Brasil, bem como pelas paralisações em praticamente todas as operações localizadas no exterior.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 16,9 milhões, ante um resultado positivo de R$ 8,9 milhões registrados no segundo trimestre do ano passado.

O resultado financeiro foi afetado positivamente em R$ 23,0 milhões como reflexo da atualização monetária sobre o valor discutido no âmbito da ação judicial que pleiteava a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS na empresa controlada San Marino Ônibus Ltda.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 40,9 milhões, uma redução de 61,3%.

A margem Ebtida atingiu 11,1%, queda de 4,1 pontos percentuais.

Receita

A receita líquida atingiu a cifra de R$ 798,5 milhões no período, um recuo de 30,1%.

“Todos os segmentos de mercado foram afetados pela retração de demanda causada pelas restrições no transporte de pessoas, afetando os clientes da Companhia no Brasil e no exterior”, conforme informou a companhia.

De acordo com a Marcopolo, a maior parte da receita do período foi auferido no mercado interno (71,9%).

O lucro bruto foi de R$ 130,5 milhões, uma diminuição de 25,7% na comparação com igual período do ano passado.

Enquanto a margem bruta ficou em 16,3%, baixa de 0,9 p.p.

Investimentos

A empresa investiu R$ 23,4 milhões no segundo trimestre de 2020, uma redução de 47,2%.

Os aportes foram destinados principalmente para máquinas e equipamentos, terrenos, prédios e benfeitorias, e em outras imobilizações.

Dívida

A dívida líquida da Marcopolo encerrou o segundo trimestre em R$ 1,235 bilhão.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em 2,2 vezes no final do trimestre.

Veja os destaques do balanço da Marcopolo (POMO4):