Maioria dos IPOs sai com ações a preço mínimo; veja mais notícias

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A maioria dos IPOs realizados neste ano foi realizado com o preço no mínimo ou até abaixo da faixa indicativa. De acordo com matéria do jornal Valor Econômico, das 72 aberturas de capital realizadas, 58% foram com o preço menor.

Isto significa que 24 IPOs aceitaram descontos para ir à bolsa e outras 18 tiveram de vender suas ações abaixo do preço mínimo.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Voto impresso pode ser derrubado na volta do recesso parlamentar

Matéria do Valor Econômico informa que o voto eletrônico deve ser mantido. Um acordo entre parlamentares e membros do Judiciário envolvidos em articulação é de que a proposta seja rejeitada na comissão especial, em votação prevista para o dia 5.

No último domingo, atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro reafirmaram apoio ao voto impresso, de acordo com matéria do jornal O Estado de S.Paulo. Além disso, o presidente voltou a ameaçar a eleição. Apesar de não comparecer a evento, Bolsonaro falou com apoiadores por telefone, em mensagens transmitidas pelo sistema de som.

De acordo com matéria da Folha de S.Paulo, atos reuniram milhares de pessoas no país, mas não lotaram lugares como a Avenida Paulista, em São Paulo (SP).

Governo busca brecha para conceder R$ 40 ao Bolsa Família

O governo federal conseguiu uma brecha para gastar R$ 40 bilhões no próximo ano. De acordo com matéria do jornal O Globo, a ideia é parcelas sentenças judiciais. Desta forma deve conseguir liberar os recursos do Orçamento para o novo Bolsa Família em 2022.

De acordo com O Estado de S.Paulo, além do reajuste do Bolsa Família, o governo também prepara programas de qualificação profissional. O objetivo é tentar frear a queda de popularidade do presidente e chegar mais competitivo às eleições do próximo ano.

CPI retoma atividades com foco em hospitais federais

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a atuação federal frente à pandemia da covid-19, retoma as atividades. Segundo matéria da Folha de S.Paulo, o colegiado abrirá novas frentes. Um dos focos serão as supostas irregularidades do Ministério da Saúde com hospitais federais.

Em matéria do O Globo, o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que não há dúvidas sobre prevaricação do presidente. A questão seria saber o porquê.

Azul (AZUL4) investe US$ 1 bilhão em carro voador

O jornal Valor Econômico antecipou que a companhia aérea Azul (AZUL4) investirá US$ 1 bilhão nos chamados “carros voadores”. A empresa pretende encomendar 220 aeronaves eVTOL da Lilium, com autonomia para 240 Km e configuração para sete pessoas.