Maioria dos economistas apoia isolamento social contra o coronavírus

Angélica Weise
Jornalista formada pela UNISC e com Mestrado pela UFSM. Escreve sobre tecnologia, política, criptomoedas e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

O isolamento social é uma das medidas de prevenção contra a pandemia do coronavírus. Embora nas últimas semanas haja um embate sobre saúde versus economia, uma pesquisa apontou que a maioria dos economistas apoia o isolamento social contra o coronavírus. A reportagem é do Valor Econômico.

Os economistas acreditam que abandonar medidas rigorosas agora levará a piores danos a longo prazo. A pesquisa foi realizada pela Comissão de Especialistas Econômicos do centro de estudos IGM, e apontou que cerca de 80% dos principais macroeconomistas dos EUA apoiam o isolamento.

Pesquisa feita pela IGM mostra a apoio de economista sobre o isolamento

Na pesquisa, os profissionais tiveram que responder a seguinte afirmação:

“Abandonar confinamentos estritos em um momento no qual a probabilidade de ressurgimento das infecções continua alta levará a danos econômicos totais maiores do que os da manutenção dos confinamentos para eliminar o risco de ressurgimento”

Como resposta, 80% concordaram com a pergunta. Rachel Griffith, presidente da Sociedade Econômica Real do Reino Unido, e professora na Universidade de Manchester disse que:

“Claramente, há um custo”. “Mas qual seria a alternativa? O custo de não conter o vírus seria maior – até economicamente”.

Os economistas também apoiam as medidas de confinamento tomadas pelos governos.

“Em tempos de grande incerteza, a maioria dos economistas pensa que o governo deveria intervir”. “Quando tivermos testes e medidas para conter o vírus […] por enquanto é uma questão médica não econômica”.

E aproveitou para fazer um questionamento sobre o aprendizado daqui pra frente:

“Como podemos reconstruir a economia e qual dever ser o foco? Começando com seis meses e continuando para os próximos 20 anos”.

No momento, sem uma vacina é alta a chance da doença ter recorrência até que uma boa parte da população tenha se infectado. Então, o que temos é o isolamento social, mesmo que a economia pague caro por isso. Mas, porque não acreditar no que os economistas falam? Afinal, são eles que entendem realmente do assunto.