Magazine Luiza (MGLU3) aprova emissão de debêntures no total de R$ 800 milhões

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Magazine Luiza/Divulgação

A Magazine Luiza (MGLU3) aprovou emissão de debêntures simples, com esforços restritos, no valor de R$ 800 milhões. As debêntures emitidas não são conversíveis em ações.

Cada título terá valor nominal de R$ 1.000,00, com vencimento em 15 de janeiro de 2024.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

A remuneração será semestral e a amortização em uma única parcela na data do vencimento.

As debêntures renderão juros remuneratórios equivalentes a 100% da variação acumulada das taxas médias diários dos DIs, acrescidos de 1,25%.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Conforme a Magazine Luiza, os recursos obtidos por meio da emissão serão integralmente utilizados para otimização do fluxo de caixa no curso e gestão ordinária dos negócios da Companhia.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Magazine Luiza (MGLU3): balanço

No balanço do terceiro trimestre, a Magazine Luiza (MGLU3) registrou um lucro líquido de R$ 206 milhões, desempenho 12,4% inferior ao reportado em igual período de 2019.

Mas o lucro líquido ajustado atingiu R$ 215,9 milhões, um crescimento de 69,6% comparado ao terceiro trimestre de 2019.

Caixa da Magazine Luiza

Ao final do terceiro trimestre, a Magazine Luiza contava com um caixa líquido de R$ 1,925 bilhão.

Enquanto o caixa líquido ajustado somava em R$ 5,262 bilhões.

Assim, a alavancagem financeira, medida pela relação caixa líquido ajustado/Ebtida ajustado, ficou em 3,6 vezes no final do trimestre. Um ano antes a alavancagem financeira era de 0,4 vez.

Itaúsa (ITSA4) informa JCP adicionais

A Itaúsa (ITSA4) aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio adicionais no valor de R$ 0,0208 por ação.

O pagamento será realizado até 30 de abril de 2021.

Unipar (UNIP3 UNIP5 UNIP6) esclarece questionamentos da CVM e diz que avalia “informalmente” aquisições

Em resposta a questionamentos da CVM, a Unipar (UNIP5 UNIP3) informou que está constantemente avaliando oportunidades e alternativas para investimento ou aquisição de participações societárias, algumas dessas alternativas de combinações são tidas como possíveis e/ou coerentes pelo próprio mercado.

Assim, a Unipar esclarece que quaisquer discussões que tenha recentemente mantido com outras contrapartesse encontram em um plano informal, sendo que em nenhum caso foram contratados advogados para suporte da Unipar,e sequerse iniciaram discussões para o início de qualquer auditoria jurídica.

No dia 14 de janeiro, foi veiculada notícia afirmando que a Unipar estudava cinco alvos de aquisição.

Se você quer saber mais sobre investimentos, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.