Magazine Luiza (MGLU3) anuncia a compra da Sode, plataforma de logística de entregas ultra-rápidas

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução / Magazine Luiza

A Magazine Luiza (MGLU3) concluiu nesta segunda-feira (26) a aquisição da Sode, plataforma de logística de entregas ultra-rápidas. O valor do negócio não foi informado.

A Sode foi fundada em 2015 no Porto Digital, polo de tecnologia de Recife, para gestão, roteirização e rastreamento de entregas realizadas por parceiros, donos de suas próprias motos.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Segundo a Magazine Luiza, “seu algoritmo permite que os pedidos sejam alocados para o parceiro mais próximo, garantindo a entrega mais rápida para o cliente, e a melhor experiência para os lojistas e entregadores”.

A Sode está em 8 estados brasileiros e possui mais de 1 mil entregadores ativos, que realizam atualmente 2 milhões de entregas em termos anualizados.

A empresa ainda ressaltou, em comunicado ao mercado, que a Sode já é parceira do Magazine Luiza para as chamadas entregas ultra-rápidas, “possibilitando que os clientes do e-commerce recebam em até 1 hora seus pedidos”.

Com a aquisição da Sode, a logística do Magazine Luiza passa a contar também com entregas utilizando motos.

Porto Seguro (PSSA3) distribui JCP de R$ 221 milhões

A Porto Seguro (PSSA3) aprovou a declaração dos juros sobre o capital próprio (JCP) relativos ao primeiro semestre de 2021, no valor de R$ 221,231 milhões brutos.

O montante corresponde a R$ 0,69151091 por ação, desconsideradas as depositadas em tesouraria.

Recebem os detentores de ações da empresa em 29 de julho de 2021, sendo que a partir de 30 de julho de 2021 elas serão negociadas ex-direito aos referidos JCP.

O pagamento acima será realizado até 30 de maio de 2022, podendo ser antecipado, a critério da administração e com a devida comunicação ao mercado.

Porto Seguro (PSSA3) aprova emissão de debêntures no valor de R$ 75 milhões

A Porto Seguro também aprovou sua 1º emissão de debêntures, em série única, com valor total de R$ 75 milhões, em oferta restrita para investidores profissionais.

Os recursos obtidos serão destinados à realização de investimentos nas controladas, diretas ou indiretas da Porto Seguro.

O vencimento das 75 mil debêntures, com valor unitário de R$ 1 mil, será em 26 de julho de 2024.

A remuneração será paga semestralmente, com a primeira em 26 de janeiro de 2022, e os demais pagamentos devidos sempre no dia 26, dos meses de janeiro e julho de cada ano, até a data de vencimento.

Dexco (DXCO3) prevê impacto de R$ 659 milhões com exclusão de ICMS

A Dexco (DXCO3), antiga Duratex (DTEX3), informou que, em decorrência das decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) relativas à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS, publicada em maio deste ano, está trabalhando na apuração dos valores envolvidos em seus processos relacionados.

“Conforme tratativas mantidas com seus auditores independentes e com base na melhor estimativa até o momento dos valores associados a esta apuração”, diz a Dexco, “haverá um impacto positivo em seu resultado consolidado, estimado em R$ 659,3 milhões, antes dos efeitos fiscais, e que serão reconhecidos nas demonstrações financeiras do 2º trimestre de 2021”.

“Importante mencionar que ainda não houve trânsito em julgado das medidas judiciais da Duratex (maior parte do crédito) e que essas ações abrangem o período de 2001 a 2018, tendo sido reconhecido contabilmente o período da documentação eletrônica (2010 a 2018)”, seguiu.

A Dexco está trabalhando auditores independentes para levantar documentação para apuração dos valores adicionais.

Banco do Brasil (BBAS3): conselho elege novos diretores

O Banco do Brasil (BBAS3) informou hoje a eleição de novos diretores pelo Conselho da empresa.

Assim, Jayme Pinto Júnior ficou com a diretoria de Comércio Exterior e Corporate Bank e Pedro Bramons, com a diretoria de Negócios Digitais.

Além deles, Robert Juenemann é escolhido como membro do Comitê de Tecnologia, Estratégia e Inovação.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3