Magalu (MGLU3) prepara oferta de até R$ 4,5 bilhões; Renner (LREN3) compra Repassa

Matheus Gagliano
Jornalista formado em 2007. Possui mais de 15 anos de experiência em jornalismo econômico e corporativo. Passou por veículos especializados como Brasil Energia e Canal Energia e pelo Jornal do Commercio, do Rio de Janeiro. Além de passagens por veículos como Record TV do Rio, jornal O Dia e Diário Lance.
1

Crédito: Divulgação

A varejista Magazine Luiza (MGLU3) prepara uma oferta restrita de ações que poderá levantar até R$ 4,5 bilhões, considerando a inclusão de um lote adicional.

Para a oferta, o preço por ação será calculado tendo como parâmetro as indicações de interesse por meio do processo de bookbuilding. No entanto, a companhia lembra que no último dia 14, os papéis da rede de lojas chegou a ser negociado a R$ 22,93.

Este anúncio foi seguido do comunicado de compra, por parte da varejista, da Kabum Comércio Eletrônico, por R$ 1 bilhão, mais 75 milhões de ações.

Por fim, a Magazine Luiza informou suas projeções de expansão de lojas, com a meta de chegar a 1.440 pontos de venda ao final de 2021, 1.560 (em 2022) e 1.680 (em 2023).

Lojas Renner (LREN3) adquire plataforma Repassa

A Lojas Renner (LREN3) informou nesta quinta-feira (15) a aquisição da Repassa Intermediação de Negócios, proprietária da plataforma online que leva seu nome.

De acordo com o comunicado, a plataforma é especializada em calçados e acessórios que atua em todo o território nacional.

Para a Renner, representa mais um passo à consolidação do ecossistema de moda e lifestyle, com grande aderência à estratégia ESG da Companhia.

CSN Mineração (CMIN3) emitirá R$ 1 bilhão em debêntures

A CSN Mineração (CMIN3) fará uma oferta de R$ 1 bilhão em debêntures, em duas séries. A oferta será restrita e serão colocadas no mercado, um volume de 1 milhão de papéis, sendo cada um precificado em R$ 1 mil.

O prazo de vencimento das debêntures da primeira série será de anos. Já o prazo de vencimento da segunda série será de 15 anos.

Pine (PINE4) anuncia prévia operacional do segundo trimestre

O Banco Pine (PINE4) divulgou a prévia de seu resultado operacional no segundo trimestre do ano.

A originação de crédito totalizou R$ 1,1 bilhão no período, tendo um crescimento de 157% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

Pelos dados preliminares, o banco também registrou a expansão da base de clientes na carteira de crédito.

O período se encerrou com 600 grupos ativos e foram atendidos 823 clientes transcionais.