M. Dias Branco (MDIA3) lucra R$ 209 milhões no 4TRI, queda de 21,1%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: M.Dias Branco

A M. Dias Branco (MDIA3) reportou lucro líquido de R$ 209 milhões no quarto trimestre de 2020. Os números representam um recuo de 21,1% sobre o mesmo período de 2019, com lucro de R$ 264,9 milhões.

No acumulado de 2020, a companhia totalizou lucro líquido de R$ 763,8 milhões ante um lucro líquido de 556,9 milhões em 2019.

O resultado financeiro no trimestre foi positivo em R$ 57,1 milhões, alta de 54,7% na comparação com o mesmo período de 2019.

No ano, o resultado financeiro avançou 165,6%, para R$ 81 milhões.

Em 2020, a produção total aumentou 14,7%, com destaque para as categorias de massas e farinha e farelo, que cresceram 18,2% e 17,4% respectivamente, fruto do aumento da demanda, principalmente, entre o segundo e terceiro trimestre de 2020.

Receita estável

A receita líquida da M. Dias Branco no quarto trimestre de 2020 atingiu R$ 1,7 bilhão, incremento de 0,4% sobre o mesmo período de 2019.

Nos doze meses de 2020, a receita da companhia avançou 18,8%, totalizando R$ 7,25 bilhões.

Segundo a companhia, o crescimento da receita em 2020 é reflexo do aumento de 12,1% nos volumes, com expansão em todas as categorias, e do aumento de 6,1% no preço médio, com destaque para farinha e farelo e margarinas e gorduras.

Ebitda cai 33,5%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) para o quarto trimestre foi de R$ 192,2 milhões, queda de 33,5% sobre o Ebitda de um ano antes.

A margem Ebitda para o trimestre foi de 11,3% ante uma margem de 17,1% no mesmo trimestre de 2019.

Em 2020, o Ebitda totalizou R$ 974,3 milhões, valor 26,2% superior ao registrado em 2019. A margem Ebitda para o acumulado do ano foi de 13,4%, alta de 0,8 p.p.

Caixa e Endividamento da M. Dias Branco

No acumulado do ano, as disponibilidades líquidas geradas pelas atividades operacionais totalizaram R$ 693,2 milhões, alta de 1,6% sobre 2019.

A companhia encerrou o ano com caixa de R$ 1,2 bilhão e endividamento bruto de R$ 1,589 bilhão.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebitda ajustado, ficou em 0,4 vez no final do trimestre. Um ano antes a alavancagem financeira era de 0,8 vez.

Confira os principais destaques financeiros do balanço da M. Dias Branco (MDIA3)