Locaweb (LWSA3): a maior alta do ano na bolsa de valores; confira

Carla Carvalho
Graduada em Ciências Contábeis pela UFRGS, pós-graduada em Finanças pela UNISINOS/RS. Experiência de 17 anos no mercado financeiro, produtora de conteúdo de finanças e economia.
1

Crédito: Divulgação

Primeira empresa de hospedagem de sites do Brasil, a Locaweb (LWSA3) é uma empresa que tem chamado atenção dos investidores, como a maior alta do ano na bolsa de valores.

Até o momento, a alta dos papéis soma impressionantes 194%.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A companhia estreou na B3 em fevereiro de 2020 com uma captação de R$ 1,03 bilhão. As ações da empresa têm se valorizado deste então, porque a  Locaweb vem se beneficiando fortemente do crescimento do e-commerce durante a pandemia. Quase um terço do seu faturamento vem desse segmento.

A empresa tem cerca de R$ 400 milhões reservados para aquisições. Ao todo, 36 alvos estão sendo analisados pela administração da Locaweb.

Hoje, o negócio da Locaweb é oferecer uma solução completa de e-commerce para  empresas. Isso inclui integração com marketplaces (como o Mercado Livre), softwares de gestão, soluções logísticas e meios de pagamento.

  • Quer saber mais sobre essa empresa? Então, confira o seu histórico, estratégias de crescimento e as perspectivas para o negócio.

Como surgiu a Locaweb

Fundada em 1998, a companhia é uma das sobreviventes da chamada “bolha da internet”, um movimento especulativo que levou a uma quebradeira das empresas de tecnologia no fim dos anos 90.

O começou de tudo foi uma ideia que acabou não vingando. Os primos Claudio Gora, um publicitário, e Gilberto Mautner, engenheiro eletrônico, criaram um portal de negócios têxteis.  O setor não ia bem por conta da concorrência chinesa. Além disso, internet não era um investimento prioritário para essas empresas.

Os dois decidiram então aproveitar a estrutura que tinham criado para oferecer hospedagem barata a quem quisesse ter seu próprio site. Em seis meses, já tinham 100 clientes.

Em 2010, a Locaweb já hospedava 1 em cada 4 sites com final “.com.br”. Naquele ano, a empresa recebeu um aporte do fundo de private equity americano Silver Lake, tradicional do Vale do Silício. Com o reforço de caixa, a companhia brasileira pode investir na computação em nuvem e fazer aquisições. A primeira delas saiu em 2012, quando a Locaweb comprou a Tray, uma plataforma de e-commerce. Até 2019, outras seis empresas foram incorporadas. Agora, com os recursos do IPO, esse movimento tende a ganhar um novo impulso.

Participação de mercado

No Brasil, a Locaweb compete com players muito maiores do que ela, como a GoDaddy, líder mundial em hospedagens de sites. No entanto, o market share da companhia brasileira é superior ao das multinacionais.

Atualmente, a Locaweb possui mais de 350 mil clientes ativos, dos quais cerca de 7% correspondem a pequenas e microempresas.

Seu modelo de negócios é quase todo baseado em vendas recorrentes, ou seja, pacotes de assinaturas. Elas representam 97% da receita. Uma vez que as renovações são automáticas e pelo cartão de crédito, os riscos de inadimplência da operação são baixíssimos.

Além disso, seu segmento de atuação lhe proporciona certa estabilidade nas receitas. Afinal, não é tão fácil para o cliente trocar de fornecedor quando o assunto é tecnologia.

A Locaweb é a primeira empresa do segmento a abrir capital na B3.

Evolução do desempenho

Já no início de suas atividades, a Locaweb se diferenciava da maioria das startups.  A contrário da média do segmento, a companhia não começou sua trajetória com elevado endividamento. Dessa forma, sempre gerou caixa e apresentou resultados positivos.

Em 2006, a empresa adquiriu seu primeiro data center próprio. Até então, seu conteúdo estava totalmente baseado na Embratel. Em 2010, expandiu suas operações, com a abertura do segundo data center.

O setor de atuação da Locaweb exige elevados aportes de capital. Afinal, para garantir a segurança e integridade dos dados de seus clientes são necessários constantes investimentos em tecnologias robustas.

A Locaweb possui um elevado CAPEX. A sigla, do inglês “capital expenditure”, significa literalmente despesas de capitais. Logo, o CAPEX é uma medida dos investimentos realizados na aquisição de equipamentos de produção. Esses gastos visam à melhoria dos produtos e serviços de uma empresa, o que é fundamental no ramo da TI.

Resultados e reflexos da Pandemia

No segundo trimestre de 2020, o lucro líquido ajustado da empresa foi de R$ 12 milhões. Isso corresponde a um crescimento de 148% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida também aumentou no período, atingindo R$ 117,3 milhões, 25% acima de 2019.

Mesmo antes da Covid-19, a empresa vinha apresentando crescimento representativo. No e-commerce, a adesão de novas lojas aumentou 80% em fevereiro em relação aos dois primeiros meses de 2019. Com o início da pandemia, esse crescimento passou a 160% em março e 274% em junho.

No semestre, o GMV (volume bruto de mercadorias, em inglês) cresceu 105% em relação ao mesmo período de 2019. Por outro lado, o comercio eletrônico no Brasil, cresce, em média, 18%ao ano.

Para a empresa, essa evolução não se deve só a pandemia. A Locaweb já vinha se preparando para isso, principalmente através de investimentos em seu e-commerce, disse recentemente o CEO Fernando Cirne.

Perspectivas

A empresa acredita que, mesmo com o fim da pandemia, a tendência do e-commerce deve se sustentar. Além disso, observa que o crescimento da base de clientes não é o único responsável pelo aumento do faturamento.

Conforme Cirne, os novos clientes ainda têm uma longa caminhada a fazer. Historicamente, em três anos os usuários dos serviços da Locaweb multiplicam por seis os seus gastos na empresa. Logo, como o ano, até o momento, foi de forte expansão de base, espera-se incremento nessas transações nos próximos exercícios.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

  • Conheceu a empresa e ainda está em dúvida se vale ou não comprar? Um assessor de investimentos pode te ajudar: veja como.