Lucro das empresas de capital aberto sobe mais de 100% no 4TRI20

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução/B3

O lucro das empresas de capital aberto no Brasil subiu mais de 102% no quarto trimestre de 2020 em relação a 2019, somando R$ 62,1 bilhões no total.

Os levantamentos consideram os demonstrativos financeiros entregues à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) até as 20h de 31/03/21 e foram compilados pela Economatica. Os valores são todos no padrão contábil da CVM, sem nenhum tipo de ajustes extraordinários.

O levantamento abaixo considera os dados de 254 empresas não financeiras com dados disponíveis no quarto trimestre de 2020 e de 2019. A Economatica desconsiderou as empresas Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3), porque os dados delas acabam distorcendo a amostra.

A receita líquida das empresas no quarto trimestre de 2020 foi de R$ 543,7 bilhões, valor superior ao de 2019 em 19,8%.

Já o lucro EBIT, que é o obtido antes dos encargos financeiros das empresas (juros e variação cambial) no 4TRI20 foi de R$ 74,6 bilhões. Ou seja, valor 55,9% superior ao de 2019.

O estoque de dívida no 4TRI20 foi 19,4% superior ao do mesmo período do ano anterior.

Já a margem líquida do trimestre ficou em 11,43% contra 6,74% de 2019, crescimento de 4,69 p.p.

O ROE no 4TRI20 foi de 6,83% contra 3,75% de 2019, crescimento de 3,08 p.p.

Balanço geral das empresas em 2020

Cinco setores registraram queda de lucratividade

A Economatica também apresentou o lucro trimestral por setores das empresas listadas na B3.

Considerando as empresas não financeiras (sem Petrobras e Vale), cinco setores registram queda de lucratividade no 4º trimestre de 2020 com relação ao ano de 2019.

Dos 23 setores não financeiros somente o de educação teve prejuízo no 4º trimestre de 2020.

O setor de energia elétrica, que tem 33 empresas, foi o que teve o maior lucro acumulado no 4º trimestre de 2020 com R$ 18,7 bilhões, porém valor inferior se comparado com o setor de bancos que no mesmo período lucrou R$ 26,3 bilhões.

Segundo a Economatica, 254 empresas não financeiras tiveram lucro de R$ 62,1 bilhões, que é 102,9% superior ao do mesmo período de 2019.

Ao considerar as empresas do setor financeiro, o lucro no 4º trimestre de 2020 de 289 empresas foi de R$ 90,3 bilhões, valor superior em R$ 28,3 bilhões com relação ao mesmo período de 2019 e que representa crescimento de 45,8%.

Ao adicionarmos a Petrobras e a Vale na amostra, o lucro do 4º trimestre de 2020 é de R$ 155,0 bilhões, que é 143,4% superior ao do mesmo período de 2019.

Vale, Itaú e Bradesco são as mais lucrativas em 2020

A Economatica também listou as 20 empresas mais lucrativas no ano de 2020.

Liderada pela Vale com R$ 26,7 bilhões, a lista tem ainda Itaú Unibanco (ITUB4) no segundo lugar com R$ 18,9 bilhões e Bradesco (BBDC4) com R$ 16,5 bilhões.

Entre as 20 mais lucrativas há cinco bancos, quatro empresas de energia elétrica, três de alimentos e bebidas. Mineração e petróleo e gás tem duas empresas cada um e outros quatro setores com uma empresa cada.

Na lista há ainda Santander Brasil, Banco do Brasil, Ambev, Petrobras, Eletrobras, Vivo (Telefônica Brasil), JBS, B3, Companhia Siderúrgica Nacional Mineração, BTG Pactual, BR Distribuidora, Copel, BB Seguros, CPFL Energia, Transmissão Paulista e Marfrig Global Foods.

Maiores lucros de 2020