Lucro das empresas listadas na bolsa sobe 7,16% em 2019

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/B3

Um estudo da Economática divulgado nesta quinta-feira (2) revelou que o lucro das empresas de capital aberto cresceu 7,16% em 2019. Já no setor de bancos, o crescimento foi de 21,7%.

A análise foi feita com base nos demonstrativos financeiros entregues pelas empresas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Os cálculos consideram valores nominais sem ajuste pela inflação.

Os maiores lucros no ano passado foram registrados por Petrobras, Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Santander, Ambev e Eletrobras.

Oi, Vale e Suzano registraram os maiores prejuízos. Confira.

Empresas de capital aberto não financeiras

Na análise das empresas de capital não financeiras, foram excluídas Petrobras, Vale SA e Oi AS. De acordo com a pesquisa, o resultado destas empresas acabaria distorcendo o resultado geral, por ter ficado muito fora da curva.

As 260 empresas de capital aberto não financeiras tiveram vendas de R$ 1,65 trilhão no ano, valor 9,27% superior ao registrado em 2018.

As despesas operacionais tiveram crescimento de 13,71% em 2019.

O lucro das empresas foi de R$ 101 bilhões contra R$ 94,2 bilhões no ano de 2018, registrando crescimento de 7,16%.

As margens bruta, Ebit e líquida tiveram queda de menos de 1% no ano de 2019 com relação a 2018, já a margem EBITDA teve crescimento de 0,75 pontos percentuais em 2019 com relação a 2018.

O Ebitda das empresas em 2019 é de R$ 297,8 bilhões, valor 14,02% superior ao do ano de 2018.

 

Lucros por setor incluindo bancos

Na análise que inclui os bancos, 283 empresas de capital aberto acumularam lucro de R$ 192,3 bilhões no ano de 2019, valor 13,64% superior ao do ano de 2018.

Aqui também foram desconsiderados os resultados da Petrobras, Vale SA e Oi SA. Adicionando estas três empresas, o lucro passaria a ser de R$ 216,8 bilhões, valor 11,61% inferior ao de 2018.

O setor mais lucrativo em 2019 foi o de bancos, com 23 instituições que juntas lucraram R$ 91,3 bilhões, valor 21,77% superior ao de 2018, quando o lucro foi de R$ 75 bilhões.

O setor de bancos foi o que apresentou maior crescimento de lucratividade, seguido por alimentos e bebidas.

As maiores quedas foram registradas em siderurgia e metalurgia e em telecomunicações.

Em 2019 somente quatro setores registram prejuízo consolidado. O setor com maior prejuízo foi o de papel e celulose com perda de R$ 2,25 bilhões.

As empresas mais lucrativas de 2019 

A Petrobras foi a empresa mais lucrativa no ano de 2019, com R$ 40,1 bilhões, valor 55,7% superior ao do ano de 2018.

Os quatro bancos da lista acumulam R$ 81,5 bilhões de lucro no ano de 2019, valor 17,98% superior ao do ano de 2018 quando o lucro foi de R$ 69,0 bilhões.

lucros

As empresas com maiores prejuízos de 2019 

A Oi SA é a empresa com maior prejuízo em 2019 com R$ 9,00 bilhões, seguida pela Vale com R$ 6,67 bilhões.

 

lucros

O que são empresas de capital aberto?

As empresas de capital aberto são aquelas com ações negociadas na bolsa de valores. Quem compra ações destas empresas passa a ser proprietária de uma fração de seu patrimônio líquido.