Lojas Renner (LREN3) é a preferida dos consumidores em pesquisa do UBS

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A sexta pesquisa anual do UBS mostrou que, embora a acessibilidade continue a determinar o desempenho das varejistas, outros fatores relacionados à experiência na loja ganharam importância. Incluindo se as lojas são limpas e organizadas e se o cliente é bem atendido.

Segundo os analistas Gustavo Piras Oliveira, Gabriela Katayama e Rodrigo Alcântara, a importância da variedade de produtos oferecidos pelas varejistas também aumentou.

Diante disso, liderando em 10 dos 22 fatores que direcionam a escolha do consumidor, a Lojas Renner (LREN3) voltou ao 1º lugar no ranking. A varejista foi escolhida por possuir o melhor nível de serviço da classe (loja limpa/organizada, ambiente convidativo e equipe cortês).

Os consumidores pesquisados citaram que a Renner também melhorou em acessibilidade (promoções, valor pelo dinheiro, preços) e produto (variedade, moda, sortimento).

No mesmo caminho, a Hering (HGTX3) apresentou melhora sequencial em sua pontuação no índice de percepção dos consumidores.

Apesar de melhorar em 12 dos 22 principais fatores que direcionaram a escolha dos consumidores, a Hering ainda permanece na parte inferior da classificação geral, com uma grande lacuna em relação aos concorrentes, especialmente nas métricas de acessibilidade.

“O nível de serviço da Hering ainda não compensa a percepção dos consumidores sobre seus preços altos e mercadorias fora de moda, o que adiciona riscos de troca ao caso”, disseram os analistas.

Além disso, o fraco índice de lealdade da Hering se traduz nas expectativas mais baixas de compras futuras na visão dos consumidores.

O preço-alvo da Lojas Renner aumentou em 2,4%, passando de R$ 41 para R$ 42. A recomendação é neutra.

A Hering, por sua vez, teve a projeção mantida em R$ 15, com recomendação de venda.