Lojas Quero-Quero (LJQQ3) tem alta de 118,8% no lucro no 4TRI

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

A Lojas Quero-Quero (LJQQ3) registrou um lucro líquido de R$ 34,9 milhões no quarto trimestre de 2020, crescimento de 118,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

No ano, o lucro líquido somou R$ 67,9 milhões, um aumento de 125,3% na comparação com 2019.

As vendas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) cresceram 29,7% no último trimestre de 2020, contra alta 6,8% um ano antes.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

O resultado financeiro foi uma despesas de R$ 14,5 milhões no quarto trimestre do ano passado, alta de 2,7% sobre as perdas financeiras do quarto trimestre de 2019.

As despesas operacionais somaram R$ 153,3 milhões, elevação de 18,7% em relação ao quarto trimestre do ano passado.

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 77,3 milhões no quarto trimestre de 2020, elevação de 56,5% na comparação ano a ano.

Enquanto isso, a margem Ebitda ajustado foi de 12,6%, alta de 0,9 p.p.

Receita  

A receita líquida atingiu R$ 502,2 milhões no período, uma elevação de 28,5% na comparação anual.

Conforme a Lojas Quero-Quero, o resultado foi impulsionado por um crescimento de 38,6% da atividade de Varejo

O lucro bruto subiu 28,6% no quarto trimestre do ano passado, atingindo R$ 213,7 milhões.

A margem bruta ficou em 42,5% no trimestre, mantendo-se estável em relação ao quarto trimestre de 2019.

Investimentos

A Lojas Quero-Quero investiu R$ 16,9 milhões no quarto trimestre de 2020. Os aportes foram destinados para aberturas de lojas, reformas, implementação de projetos, investimentos em logística e TI.

A companhia abriu 17 novas lojas, bem como concluiu a reforma de 6 lojas existentes.

Dívida

A dívida líquida ajustada da Lojas Quero-Quero encerrou em R$ 91 milhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida ajustada/Ebitda ajustado, ficou em (0,6) vez no final de dezembro de 2020. Um ano antes era de 0,8 vez.

Veja os principais destaques do balanço da Lojas Quero-Quero: