Lojas Americanas (LAME4) confirma oferta de ações de até R$ 7 bi

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Wikipédia

A Lojas Americanas (LAME4)confirma que realizará oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 80 milhões de ações ordinárias e 100 milhões de ações preferenciais, conforme a reportagem do Brazil Journal havia antecipado.

A cotação de fechamento das ações ordinárias de emissão da Lojas Americanas 3 de julho de 2020 foi de R$26,44 e o preço por ação preferencial foi de R$31,00.

Com base nestes valores indicativos, a oferta restrita atingiria R$ 5,215 bilhões e, considerando a colocação integral do lote adicional seria de R$ 7,040 bilhões.

A oferta ainda pode ser ser acrescida em até 35%, ou seja, em até 28 milhões de ações ordinárias e em até 35 milhões de ações preferenciais.

O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento junto a investidores profissionais.

De acordo com a Lojas Americanas, os coordenadores serão o BTG Pactual, Itaú, Morgan Stanley, Bradesco, Santander, Safra, Goldman Sachs e Merril Lynch.

O direito de subscrição prioritária inicia nesta segunda-feira (6) e encerra na sexta (10). No dia 16 de julho as ações começam a ser negociadas em bolsa.

Os recursos captados serão destinados para investimentos na AME Digital Brasil , controlada da Lojas Americanas, bem como nas frentes de expansão, tecnologia, logística e distribuição, O2O e novos negócios da companhia.

Além disso, serão usados para capitalização da B2W e otimização da estrutura de capital.

B2W (BTOW3) estuda de aumento capital

A Lojas Americanas e B2W estudam a possibilidade de realizar um aumento de capital por subscrição privada na B2W no montante de, aproximadamente, R$ 3 bilhões.

A Lojas Americanas pretende investir até esse valor, sem prejuízo do exercício do direito de preferência pelos demais acionistas da companhia.

Conforme o comunicado, o estudo é preliminar e, até a presente data, não há definição sobre as condições gerais, inclusive preço por ação e data, para realização desse eventual aumento de capital, que terá por objetivo, acelerar o crescimento, incluindo eventuais aquisições estratégicas, e otimizar a estrutura de capital.

Aumento de Capital da Lojas Americanas

O valor do aumento de capital da Loja Americanas é de R$ 35,4 milhões. O aumento é decorrente do exercício de opções outorgadas a determinados colaboradores no âmbito do Plano de opções da companhia aprovado pela assembleia geral de 30 de abril de 2012.

Dessa forma, o capital social da companhia passou de R$ 4,331 bilhões para R$ 4,367 bilhões.

Neste aumento foram emitidas 2.711.441 ações preferenciais, com preço de emissão de R$ 13,08.

Conforme a Lojas Americanas o percentual de diluição de 0,25143041% das ações preferenciais.

Lojas Americanas