Lojas Americanas (LAME4) e Americanas (AMER3) estudam combinação

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

As Lojas Americanas (LAME4) e a Americanas (AMER3) estudam a combinação de suas bases acionárias na B3 (B3SA3). A possibilidade foi identificada após estudos realizados no âmbito da combinação operacional dos negócios. Por enquanto, as companhias informaram que ainda é uma possibilidade que ainda está em fase de estudo sob o ponto de vista da conveniência e jurídico.

Fleury (FLRY3) compra Laboratório Marcelo Magalhães

A Fleury (FLRY3) anunciou a compra do Laboratório Marcelo Magalhães. A avaliação de 100% da empresa é de R$ 384,5 milhões. O laboratório opera em 13 unidades de atendimento na região metropolitana de Recife (PE).

Vale (VALE3) informa sobre efeito suspensivo para LO de mina

A Vale (VALE3) informou efeito suspensivo ao recurso interposto pelo Estado do Pará, sobre Licença de Operação da mina Onça Puma. Com isso, a mineradora teve de paralisar as atividades. Informou também que tomará as medidas cabíveis para retomar as atividades.

Vale (VALE3) assina memorando de descarbonização com Jiangsu Shagang

A Vale (VALE3) anunciou que assinou um memorando de entendimento com a empresa chinesa Jiangsu Shagang para desenvolver soluções de reduzir as emissões de CO2. As duas companhias desenvolverão estudos que incluirão a viabilidade econômica para uso de produtos menos poluentes.

Oi (OIBR3) tem aprovação de Superintendência do Cade para venda InfraCo

A Oi (OIBR3) obteve, da Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), aprovação parcial da venda da InfraCo. A decisão definitiva será publicada em 15 dias, prazo no qual ainda poderão ser impetrados recursos.

A companhia informou que a efetiva conclusão da Operação está sujeita à anuência prévia da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Brisanet (BRIT3) divulga prévia operacional do 2TRI21

A Brisanet (BRIT3) divulgou a prévia de seus resultados operacionais do terceiro trimestre (3TRI21). Ao final de setembro, a companhia atendia a 790.731 clientes. Estes estão em sete 7estados da região Nordeste – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Piauí e Sergipe. Com isso, são 3,7 milhões de domicílios, em 110 cidades.

Enjoei (ENJU3) atinge R$ 199 milhões em GMV no 2TRI21

A Enjoei (ENJU3) atingiu R$ 199 milhões em GMV no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Os resultados operacionais mostram um avanço de 46% frente ao 3TRI20. No acumulado de nove meses, o valor bruto transacionado na plataforma atingiu R$ 575 milhões. O que representa um aumento de 73% frente ao mesmo período do ano passado.

Equatorial (EQTL3) realiza recompra de ações de distribuidora do Piauí

A Equatorial (EQTL3) informou que iniciou a oferta de recompra obrigatória de ações de emissão da Equatorial Piauí Distribuidora. As ações são de titularidade de funcionários e aposentados da distribuidora. A transação é compromisso assumido pela empresa como parte do processo de privatização da empresa piauiense.

Banco Mercantil (BMEB3) inicia período de ajuste para desdobramento de ações

O Banco Mercantil (BMEB3) iniciou o período de ajuste de posição para grupamento e desdobramento de ações. Na operação, cada grupo de 100 ações será agrupada em uma, para posterior desdobramento em 200 da mesma espécie.

Os acionistas que desejarem fazer ajuste na posição, terão 45 dias de prazo, a contar a partir desta segunda-feira (18).

Hidrovias do Brasil (HBSA3) emitirá R$ 380 milhões em debêntures

O conselho de administração da Hidrovias do Brasil (HBSA3) aprovou a emissão de R$ 380 milhões em debêntures. Estas serão emitidas em duas séries. Cada debênture será emitida por R$ 1 mil. O prazo de vencimento da primeira série será de sete anos e a segunda, de dez anos. A data de emissão será contada a partir de 15 de outubro.

Petrorio (PRIO3) informa sobre alteração acionária relevante

A Petrorio (PRIO3) divulgou que a Squadra Investimentos e a Squadra Investments informaram deter agora 43.774.203 ações ordinárias (ON) da petroleira. As gestoras agora detém, conjuntamente, 4,98% do capital social da companhia.