Lojas Americanas (LAME4) registra prejuízo 3,3 maior no 1TRI20

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A Lojas Americanas (LAME4) registrou prejuízo líquido de R$ 163 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Um ano antes, a companhia havia registrado prejuízo de R$ 49,2 milhões.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

O GMV total cresceu 52,8%, atingindo R$ 11,1 bilhões no balanço do 1TRI21, sustentado pela alta penetração das vendas online.

O GMV online representou 75,7% do GMV total do Universo Americanas.

De acordo com a companhia, durante o trimestre, 27% da área de vendas esteve fechada devido à pandemia de Covid-19 no Brasil

Lojas Americanas (LAME4) : principais números do balanço do 1TRI21

Prejuízo líquido

  • Prejuízo 1TRI21: R$ 163 milhões
  • Prejuízo 1TRI20: R$ 49,2 milhões

Ebitda ajustado

  • Ebitda ajustado 1TRI21: 461,5 milhões
  • Ebitda ajustado 1TRI20: 587,8 milhões

Receita líquida

  • Receita 1TRI21: R$ 5,23 bilhões
  • Receita 1TRI20: R$ 4,057 bilhões

Ebitda cai 21,5%

O Ebitda ajustado da Lojas Americanas (LAME4) registrou uma queda de 21,5% no balanço do 1TRI21.

O indicador passou de R$ 584,8 milhões no 1TRI20 para R$ 461,5 milhões um ano depois.

A margem Ebitda ajustado do 1TRI21 foi negativa em 3,1% ante margem negativa de 1,2% no balanço do 1TRI20.

Receita aumenta 29%

A receita líquida da companhia registrou aumento de 29%, atingindo R$ 5,23 bilhões no 1TRI21.

Um ano antes, a receita da Lojas Americanas (LAME4) era de R$ 4,057 bilhões.

No 1TRI21, o lucro bruto totalizou R$ 1,63 bilhão, crescimento de 19,3% frente aos R$ 1,36 bilhão registrados no 1TRI20.

A margem bruta ajustada foi de 31,2% no 1TRI21 vs 33,7% no 1TRI20.

As vendas “mesmas lojas” das lojas de rua continuam apresentando forte crescimento, atingindo 6,8% no 1T21.

“No início do trimestre, a evolução das vendas apresentou uma tendência negativa, em função da forte base de 1T20. A partir de março, com uma base de comparação menor, as vendas retomaram uma forte tendência positiva”, destacou a empresa.

Endividamento

Em 31 de março, o Universo Americanas apresentava uma posição de caixa líquido de R$ 4,8 bilhões ante uma dívida líquida de R$ 3,5 bilhões no mesmo período do ano anterior, uma melhora de 2,5x Ebitda.

De acordo com a Lojas Americanas (LAME4), a redução do endividamento líquido consolidado reflete os impactos do plano de otimização da estrutura de capital da Americanas e da B2W.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.