Loja brasileira não oficial da Xiaomi fecha e some com dinheiro de clientes

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução / Wikimedia Commons

O site de uma das principais revendedoras não oficiais de produtos Xiaomi no Brasil, a Mi Store, saiu do ar há alguns dias. Além do site parar de funcionar, também parou de entregar encomendas dos produtos, prejudicando muitos clientes.

O site oficial de vendas da Xiaomi Brasil e a empresa de origem chinesa que operam em parceria com a companhia DL, negam qualquer envolvimento com a Mi Store.  As redes sociais da Mi Store foram desativadas, quando consultado o CNPJ no site da Receita Federal consta como dado baixa. A empresa não responde a qualquer forma de contato dos consumidores.

Muitas pessoas realizaram compras de produtos Xiaomi na Black Friday e no Natal, sendo que até agora não receberam seus produtos. Poucas têm esperanças que consigam reembolso das compras.  Segundo reportagem do Uol, no Reclame Aqui já constam 150 reclamações com a Mi Store, todas sem respostas aos consumidores.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Dados da reportagem do Uol, mostram que o número de clientes lesados pode passar de 1.000. Com prejuízo de 1,2 mil, o que totaliza um golpe de mais de R$ 1,5 milhão. Para quem pagou com cartão de crédito ainda há formas de conseguir recuperar o dinheiro.

Devido a segurança do banco do cartão ou da plataforma intermediadora, como Mercado Pago, PayPal etc. Mas, a preocupação maior é quem pagou utilizando boleto bancário e não sabe como vai recuperar o dinheiro.

O que fazer nesse caso da Xiaomi

O recomendado em casos como esse é realizar um boletim de ocorrência, e entrar com um processo na justiça. Uma outra opção é ir em uma delegacia especializada em crimes eletrônicos, para fazer uma queixa-crime. Para isso é necessário reunir todas as informações que o cliente possui sobre a loja e a compra realizada.