Linx (LINX3) diz que não havia oferta formal da Totvs (TOTS3) antes de Stone

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Crédito: Linx (LINX3): conversas com Totvs foram contatos preliminares

A Linx divulgou nessa manhã comunicado em que responde afirmações feitas pela Totvs em sua proposta de combinação de negócios enviada na sexta-feira (14).

A Totvs afirmou que estava mantendo negociações com a direção da companhia quando foi surpreendida pela notícia da fusão com o Grupo Stone (STNE).

Sobre isso, a Linx diz no comunicado que não havia até aquele momento nenhuma proposta formal por parte da Totvs, apenas contatos preliminares realizados entre os dias 31 de julho e 4 de agosto entre o diretor presidente da companhia, o presidente do conselho de administração da Totvs e representante do ItaúBBA.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Nesses contatos, a Totvs e o ItaúBBA informaram que “qualquer proposta do lado da Totvs ainda estaria em estudos preliminares e demoraria semanas para ser apresentada”.

Elemento concreto

A Linx diz ainda que, no dia 10 de agosto, quando o conselho aprovou a proposta apresentada pelo Grupo Stone, não havia da mesma forma elemento concreto sobre uma proposta da Totvs que justificasse levar o tema ao conhecimento dos conselheiros.

“Não há qualquer acordo vigente de confidencialidade que permita o compartilhamento de informações entre a companhia e a Totvs, tipicamente a primeira etapa necessária para a discussão de uma operação de combinação de negócios”, diz o comunicado.

A companhia diz ainda que notificou a Totvs para que interrompa imediatamente a utilização sem autorização da marca da Linx em suas divulgações. E acrescentou que o conselho irá analisar a proposta.

Propostas

O Grupo Stone fez, no dia 10, proposta de combinação de negócios, em que ofereceu R$ 6,045 bilhões pela Linx, sendo 90% em dinheiro e 10% em ações. A oferta incluiu uma condição especial aos três fundadores da companhia, o que está motivando questionamento acerca de possíveis prejuízos aos acionistas minoritários.

Na sexta-feira (14), a Totvs entrou na disputa, propondo pagar R$ 6,103 bilhões, por meio de 1 ação TOTS3 por uma LINX3 mais R$ 6,20. Ao final, a Linx teria 24% da Totvs.