Light (LIGT3) aprova debêntures no total de R$ 500 milhões

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução / Cemig

Conselho de Administração da Light (LIGT3) aprovou a 19ª emissão pública de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única. A emissão é de até R$ 500 milhões.

Serão emitidas 500 mil debêntures com valor unitário de R$ 1 mil, sob esforços restritos de distribuição.

A data de emissão das debêntures será 28 de julho de 2020. O prazo de vencimento das debêntures será de 1.813 dias contados da data de emissão, ocorrendo o vencimento, portanto, em 15 de julho de 2025.

Os títulos farão jus a remuneração de IPCA+ 3,75% ao ano; ou 6,00% ao ano.

De acordo com a Light, os recursos serão destinados para implementação e desenvolvimento do projeto de investimento para expansão, renovação ou melhoria da infraestrutura de distribuição de energia elétrica.

Além disso, a cifra poderá ser usada para o pagamento futuro de gastos a serem incorridas a partir da liquidação da oferta Restrita e relacionadas ao projeto de investimento.

Pague Menos informa bancos que coordenarão IPO

A Pague Menos informou que o Banco Itaú, Credit Suisse (Brasil), XP Investimentos e do Banco Santander, o Banco J.P. Morgan e o BB-Banco de Investimento coordenarão oferta pública de distribuição primária e secundária de suas ações ordinárias.

O pedido de registro foi protocolado na CVM em 25 de junho de 2020.