Latam: queda no transporte de passageiros em agosto é de 89,1%

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Site Rondônia ao Vivo

A Latam Airlines divulgou um comunicado em sua página oficial nesta segunda-feira (14) com os números mais recentes do grupo.

Segundo a empresa, que pediu recuperação judicial nos Estados Unidos, a queda no transporte de passageiros na comparação entre agosto de 2020 e o mesmo mês de 2019 foi de 89,1%.

Em relação ao Brasil, a queda nos voos nacionais foi de 72,1% na mesma comparação, enquanto o transporte de passageiros para fora do País caiu 96,6%.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Os reflexos da pandemia também atingiram o grupo nos outros países em que atua – Chile, Argentina, Equador, Colômbia e Peru -, com queda de 91,5% nos voos domésticos.

Oferta de assentos também diminuiu

A oferta total de assentos teve baixa de 86,1% na comparação entre agosto de 2020 e agosto de 2019.

No Brasil, o indicador teve queda menor, de 68,7% no período, enquanto nos demais países chegou a bater em 89,8%.

Em relação aos voos internacionais, a taxa média de ocupação caiu de 83,9% para 65,8% na comparação entre os dois meses iguais de 2020 e 2019.

Em voos domésticos, a queda no Brasil foi de 81,7% para 72,6%, enquanto nos outros paísees despencou de 82% para 64,8%.

Latam “celebra” melhora nos índices de oferta e demanda

Apesar dos números negativos no comparativo relacionado ao transporte de passageiros, a Latam celebrou estar recuperando gradualmente os índices de oferta e demanda.

Segundo dados divulgados no site oficial da empresa, ela operou em junho 6,4% da sua capacidade (medida em assentos-quilômetros disponíveis – ASK), alcançando índices de 9,2% em julho e de 13,9% em agosto.

Os resultados, segundo a Latam, vieram após a obrigatória redução das atividades em abril e maio (5,7% e 6,7%, respectivamente), em função da pandemia da Covid-19.

No Brasil, a Latam chegou a 243 voos domésticos diários em setembro, após 181 domésticos diários em agosto.

No cenário internacional, a companhia iniciou a operação de um novo voo direto para Madri, complementando seus voos para Miami e Guarulhos; sendo este último centro de conexão para voos domésticos no Brasil e para a Europa (Frankfurt, Lisboa, Londres e Madri).

Leia também: Petróleo: Brasil produzirá até 5 milhões de barris por dia até 2030, diz BP