Latam pode fechar acordo com Delta até o fim do ano

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo

Crédito: Reprodução/Instagram Latam Brasil

A Delta Air Lines quer fechar acordo com Latam Brasil até o fim do ano, informou o jornal Valor Econômico. De acordo com a publicação, a empresa confirma a conclusão de compartilhamento de voos na Colômbia e informa que Peru e Equador são os próximos.

A empresa americana fez uma teleconferência para investidores e jornalistas.

“Estamos fazendo os acordos de compartilhamento de voos com a Latam por país. A expectativa é fechar acordos nos outros países até março. No Brasil a expectativa é fechar o acordo mais tarde este ano”, afirmou Glen Hauenstein, presidente da Delta.

O executivo acrescentou que a relação com a Latam está apenas começando, mas que considera a união com a aérea uma jogada vencedora, considerando que a Latam lidera o mercado na América Latina e tem oferta de serviços parecida com a Delta.

Em relação à conclusão da parceria, Hauenstein disse que espera que os órgãos reguladores dos governos envolvidos aprovem de forma rápida a joint venture entre Latam e Delta. O acordo inclui Estados Unidos, Chile e Brasil. “Acredito que estamos muito próximos de concluir o acordo”, disse o executivo.

O presidente da Delta disse ainda que a união das empresas representa uma boa oportunidade tanto para a Delta quanto para a Latam.

Dados

De acordo com dados do quarto trimestre de 2019 da Delta, a receita da companhia na América Latina cresceu 6,7%, para US$ 703 milhões, em comparação com o mesmo intervalo de 2018. A receita total cresceu 6,5%, para US$ 11,439 bilhões. A companhia informou que a receita na América Latina cresceu em dígitos no Brasil e no México.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

“Esperamos continuar acelerando o ritmo de crescimento no México e no Brasil graças ao acordo com a Latam”, afirmou Hauenstein.

A Delta anunciou em 26 de setembro acordo para combinar sua malha aérea com a da Latam. A Delta anunciou um acordo para compra de 20% de participação na Latam, por US$ 1,9 bilhão. Isso foi por meio de uma oferta pública de US$ 16 por ação, concluída em 26 de dezembro.

O acordo também prevê um investimento de US$ 350 milhões da Delta na Latam. A Delta também se comprometeu a adquirir quatro aviões A350 da Latam e a compra de dez aviões A350 adicionais da Latam a serem entregues entre 2020 e 2025.

A Delta ainda negocia os termos para por fim ao acordo de compartilhamento de voos com a Gol no Brasil.

A Delta também vendeu os 12% de ações preferenciais que detinha na Gol em dezembro. A Delta informou que os ganhos com a venda da participação na Gol foram de US$ 0,09 por ação no quarto trimestre.