Latam Brasil pede recuperação judicial nos EUA; veja outros destaques

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

A companhia aérea Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos EUA, conforme comunicado publicado nesta quinta-feira (9) e noticiado pelo O Globo e portal Estadão.

As operações da Latam e suas afiliadas no Chile, no Peru, na Colômbia, no Equador e nos Estados Unidos já haviam entrado com o pedido em 26 de maio, mas a unidade brasileira havia ficado de fora.

Anteriormente, a Latam Brasil havia informado que não faria parte da reestruturação, pois ainda negociava um empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Mercados estão mistos em dia de dados de emprego nos EUA

Os mercados operam com comportamento misto nesta quinta-feira (9), que tem como destaque a divulgação dos novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos, indicador que é um termômetro da retomada da atividade econômica no país.

O mercado espera 1,355 milhões de novas reivindicações, ante 1,427 milhões da semana passada, confirmando a tendência de queda.

O novo avanço do coronavírus segue no radar, com localidades nos Estados Unidos e também na Espanha voltando atrás em algumas medidas de reabertura.

BNDES planeja retomada de oferta de ações

Em função da crise do novo coronavírus, o BNDES interrompeu seus processos de ofertas de ações que estavam em andamento, mas deve retomá-los em breve, conforme três fontes ouvidas pelo jornal Valor Econômico.

Isso porque, além da volatilidade do mercado, o banco precisou assumir outras prioridades para mitigar os impactos da pandemia.

O objetivo do BNDES é realizar a venda de participações através de ofertas subsequentes, que podem voltar a acontecer já no final do terceiro trimestre.

Auxílio emergencial atenua queda do PIB

Os recursos liberados pelo governo por meio do auxílio emergencial e expansão do Bolsa Família reduzem em dois pontos percentuais o declínio do PIB projetada para 2020, de acordo com estimativas de pesquisadores da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Governo trava repasse de R$ 33 milhões que seria destinado à Amazônia

Aproximadamente R$ 33 milhões estão disponíveis para ações de combate a incêndios pelo Ibama e outra para que o Ministério da Justiça amplie o trabalho de fiscalização na floresta pela Força Nacional.

No entanto, os recursos estão engavetados no BNDES. O Ibama não acessa o dinheiro há mais de dois anos. Enquanto a Força Nacional realizou apenas um saque em mais de 3 anos, informa o Estadão.

Os recursos foram repassados ao governo pelo fundo Amazônia, financiado pela Noruega e Alemanha.

Facebook tira do ar contas ligadas a assessores e filhos de Bolsonaro

O Facebook suspendeu uma rede de contas na rede social que a empresa disse ter sido usada para espalhar mensagens políticas de desinformação por assessores do presidente Jair Bolsonaro e seus filhos.

Conforme o Globo, foram removidos 88 sites e perfis ligados a Bolsonaro.

Bolsonaro confirma Covid-19

Coronavírus

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo tem mais de 12 milhões de casos e mais de 547,9 mil mortes.

Segundo levantamento do Consórcio de Veículos de Imprensa, o Brasil tem 1.716.196 casos e 68.055 mortes.