Klabin (KLBN11): conheça a maior produtora e exportadora de papéis do país

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Klabin (Instagram)

Empresa centenária, a Klabin (KLBN11) é líder em produção e exportação de papéis para embalagens no Brasil.

Com foco em sustentabilidade, a empresa tem capacidade de produção de 2,1 milhões de toneladas de papel por ano e 1,6 milhão de tonelada de celulose por ano. São mais de 25 mil colaboradores espalhados pelo país.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Vamos conhecer melhor a empresa?

História da Klabin (KLBN11)

A Klabin S.A (KLBN11) é uma sociedade anônima de capital aberto, com 24 fábricas no Brasil e uma na Argentina. É a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do país e líder na produção de embalagens de papel.

Foi fundada como Klabin Irmãos e Cia. (KIC) em 1899 por Maurício Klabin, seus irmãos Salomão Klabin e Hessel Klabin, e seu primo Miguel Lafer. A empresa começou importando produtos de papelaria e produzindo artigos para escritórios, comércios, repartições públicas e bancos.

Em 1934, a Klabin adquiriu a Fazenda Monte Alegre, no Paraná, onde construiu a primeira fábrica de papel e celulose integrada do Brasil. Entre 1968 e 1974, ocorreu a expansão da Klabin pelo Brasil, com fábricas nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. A abertura de capital na bolsa foi feita em 1979.

Hoje a Klabin (KLBN11) é a única companhia do mercado brasileiro a oferecer soluções em celuloses de fibra curta, fibra longa e celulose fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais.

As atividades florestais e industriais da Klabin baseiam-se no conceito de sustentabilidade e com foco em um futuro renovável para preservar a biodiversidade e o equilíbrio dos ecossistemas nas regiões onde atuam.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Klabin

Focos de atuação da Klabin

A Klabin (KLBN11) planta e colhe sua nossa própria matéria-prima, de forma sustentável, por meio de quatro segmentos.

Florestal: a Klabin é uma empresa de base florestal e cuida com responsabilidade da fonte de matéria-prima. Como resultado, se tornou referência mundial em práticas ambientais sustentáveis, com ênfase no manejo florestal. Com 271 mil hectares de florestas plantadas de pínus e eucalipto no Paraná, Santa Catarina e São Paulo, foi a 1ª empresa de papel e celulose da América Latina a assegurar a origem da matéria-prima utilizada na fabricação de nossos produtos com a certificação Forest Stewardship Council® – FSC®.

Celulose: produz e fornece três tipos de celulose: fibra curta (eucalipto), fibra longa (pinus) e celulose fluff, produzidas na Unidade Puma, inteiramente projetada para este fim, gerando múltiplas soluções para o mercado. As celuloses Klabin são provenientes de florestas 100% plantadas com certificações globalmente reconhecidas que abrangem desde a madeira até o produto final, garantindo a sustentabilidade e a segurança do começo ao fim do processo. Os produtos atendem as mais diversas características e requisitos de qualidade exigidos pelos clientes, indicados para a fabricação de papéis para fins sanitários, produtos absorventes descartáveis, papéis para embalagem, papéis de imprimir e escrever e até aplicações especiais.

Papéis: produz papéis e cartões a partir de celulose própria de fibra curta e de fibra longa, com certificação FSC® (C001941), atendendo a padrões mundiais de qualidade e sustentabilidade.

Embalagens: fornece soluções únicas em papelão ondulado e sacos industriais, que melhoram e geram valor para os processos e produtos finais dos clientes. Seja por meio da personalização exclusiva, da garantia de entrega ou do fornecimento de produtos renováveis.

Ações sustentáveis e de inovação

A Klabin (KLBN11) possui uma forte cultura de ações sustentáveis.

A companhia tem ampliado seu foco em inovação e alta tecnologia para responder as demandas do mercado e buscar novos ciclos de crescimento, visando desenvolver iniciativas voltadas à gestão sustentável e excelência operacional.

A Klabin conta com um time de pesquisadores divididos em dois espaços destinados à pesquisa para aperfeiçoamento da sua cadeia produtiva. Um, é o Centro de Pesquisa Florestal, na Lagoa, em Telêmaco Borba (PR), para estudos sobre o universo que envolve a cadeia florestal, como melhoramento genético, qualidade da madeira, estudo de solo e clima, adaptação genética, controle de pragas, biotecnologia entre outros.

O outro Centro de Tecnologia, também em Telêmaco, tem como missão aprimorar a qualidade dos produtos, antecipando tendências e criando novas tecnologias e aplicações sustentáveis. Os profissionais trabalham buscando soluções para encontrar uma eficiência cada vez maior no volume de insumos consumidos para minimizar os impactos ao meio ambiente.

A empresa acredita na bioeconomia. Por isso, quer fomentar esse sistema, visando o desenvolvimento e uso de produtos com menor impacto ambiental e que integrem esse circuito fechado de cadeia produtiva.

Exemplos de ações sustentáveis

  • Áreas plantadas: em média 100 árvores plantadas por minuto e 248 mil hectares de florestas nativas, mais do que a soma das áreas dos municípios de São Paulo e Curitiba.
  • Preservação: a Klabin mantém 43% de área florestal destinados à conservação e à manutenção da biodiversidade.
  • Reciclagem de resíduos: são reciclados 98.3% dos resíduos sólidos e 314.400 mil toneladas de aparas utilizadas na reciclagem de fibras.
  • Menos água: são 24 m³ de água consumidos por tonelada de celulose produzida, frente à média de 30 m³ por tonelada usualmente consumidos numa fábrica tradicional.
  • Energia renovável: a Klabin tem a capacidade de gerar energia limpa a partir do vapor produzido pelas caldeiras de licor negro e biomassa, dando à empresa condição de autossuficiência energética na Unidade Puma, e também disponibilização de 1.007.411 MW para o Sistema Elétrico Brasileiro, contribuindo para a limpeza da matriz energética brasileira.
  • Matriz energética: a participação de combustíveis renováveis na matriz energética é de 90%, demonstrando que a sustentabilidade é um dos principais alicerces da gestão dos negócios da Klabin.

Balanço da Klabin do 2TRI21

O crescimento no volume de vendas combinado com o aumento de preços em todos os negócios, levou à maior receita líquida no 2TRI21, que totalizou R$ 4,076 bilhões, 38% acima do mesmo período do ano anterior.

Este resultado, aliado a disciplina de custos da Klabin, elevou o EBITDA Ajustado do trimestre para R$ 1,798 bilhão, 35% superior ao 2T20.

A empresa obteve lucro líquido de R$ 719 milhões no balanço 2TRI21, revertendo prejuízo líquido de R$ 383 milhões do mesmo período do ano passado.

O resultado financeiro foi negativo em R$ 207 milhões no segundo trimestre de 2021 ante um resultado negativo de R$ 1,39 bilhão no 2TRI20.

O volume total de vendas, excluindo madeira, atingiu 946 mil toneladas no período, crescimento de 10% na comparação anual, o que reflete principalmente o volume de 67 mil toneladas referente aos ativos adquiridos da IP, uma vez que a Klabin já opera em sua capacidade máxima de produção.

No 2T21, a Klabin investiu R$ 904 milhões em suas operações e em projetos de expansão. Do montante total, R$ 70 milhões foram destinados às operações florestais e R$ 115 milhões a continuidade operacional das fábricas. Estes valores somados, R$ 185 milhões, representam os investimentos em manutenção operacional da Companhia.

Desde 2014, a empresa faz parte do Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa (ISE) e, em 2020, também passou a ser a única empresa brasileira do mercado de papel e celulose a integrar o Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), nas carteiras de Índice Mundial e Índice de Mercados Emergentes.

A companhia também faz parte do Ibovespa, com 0,93% de participação.

A Klabin faz parte ainda de outros índices da B3: IBRX50, ICO2, TCFD e CDP.

Histórico da Klabin na bolsa de valores

No último mês a Klabin (KLBN11) registrou queda de 7,69%, saindo de R$ 25,75 em 6 de setembro para R$ 23,76 em 4 de outubro deste ano.

Klabin

Desde o início do ano, a empresa acumula queda de 8,40% em seus papéis. Assim, saiu de R$ 25,94 no primeiro pregão do ano para R$ 23,76 no último dia 4 de outubro.

Klabin

Mas na máxima histórica, as ações da Klabin (KLBN11) registram alta de 48,50%. As ações da companhia passaram de R$ 16 em 29 de novembro de 2013 para os atuais R$ 23,76.

Klabin

Posição acionária da Klabin

A maior fatia das ações da companhia está nas mãos da Klabin Irmãos S.A., com 16,83%. Depois a Monteiro Aranha S/A detém 6,09%.

Do total de ações, 62,55% estão com outros investidores.

A empresa tem 5.617.892.756, das quais 4.174.271.927 estão em circulação no mercado. Deste total, há 173.547 investidores pessoa física, 1.751 pessoas jurídicas e 56 investidores institucionais.

Klabin