B3 (B3SA3): Justiça nega pedido para anular multa da Receita

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Facebook

A B3 (B3SA3) informou nesta segunda-feira (18) que a 6ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal negou o pedido de anulação de multa da Receita Federal. O valor atualizado da ação é de R$ 1,3 bilhão.

A Receita questiona a amortização, para fins fiscais, nos exercícios de 2008 e 2009, do ágio gerado quando da incorporação de ações da Bovespa Holding pela B3.

De acordo com o comunicado, a empresa recorrerá da decisão e reafirma seu entendimento de que o ágio foi constituído em conformidade com a legislação fiscal.

Lucro da B3 salta 69,2%

A B3 (B3SA3) registrou um lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 1,025 bilhão no primeiro trimestre deste ano, desempenho 69,2% superior ao mesmo período de 2019.

A empresa reportou ainda um lucro líquido recorrente de R$ 1,156 bilhão, alta de 57%.

Já o lucro líquido recorrente ajustado pelo benefício fiscal do ágio da B3 subiu 49,1%, a R$ 1,276 bilhão.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda) somou R$ 1,569 bilhão, alta de 61,6%.

Enquanto isso, a margem Ebitda atingiu 82,4% ante 70,4% de um ano antes.

De acordo com a B3, a receita líquida atingiu R$ 1,905 bilhão, alta de 38,2%.

Já as despesas ajustadas somara R$ 273,8 milhões, aumento de 18,2%.

Daniel Sonder, VP financeiro, corporativo e de RI, comentou que os altos volumes transacionados decorrentes da volatilidade intensa no trimestre, foram traduzidos em sólido desempenho financeiro e forte geração de caixa.

Sonder acrescentou que a bolsa está preparada para atravessar esse período de turbulência.

Na linha de resultado financeiro, houve perdas de R$ 112,2 milhões, ante ganhos de R$ 20,781 milhões.

Número de investidores cresce

Conforme a B3, março terminou com 2,272 milhões de investidores ativos na bolsa, alta de 15,1% em relação a fevereiro.

Dessa forma, houve um aumento no ano de 125% no total de investidores.

LEIA MAIS

B3 (B3SA3) lucra 69,2% a mais no balanço do 1º trimestre

B3 (B3SA3): investidores na bolsa crescem 125% em um ano