JSL (JSLG3) avalia oferta pública da Vamos, que faz locação de caminhões

Joana Kurtz
null

Crédito: Reprodução / Creative Commons

A JSL informou que avalia realizar a oferta pública de distribuição de ações da subsidiária Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos.

Até o momento, porém, não há uma decisão quanto à efetiva realização da oferta, diz a empresa. Não há também definição quanto à estrutura e ao volume, que dependerão de avaliação das condições de mercado na ocasião da oferta.

A companhia lembrou ainda que avalia constantemente alternativas de captação de recursos junto aos mercados de renda fixa ou variável, “sempre alinhada com seu planejamento estratégico, o que engloba suas subsidiárias”.

A realização da oferta está sujeita, entre outros fatores, às condições dos mercados de capitais nacional e internacional e à obtenção das aprovações societárias competentes.

Os números da Vamos

No terceiro trimestre de 2019, a Vamos apresentou lucro líquido recorde de R$ 38,3 milhões, com aumento de 10,7%, na comparação anual, acumulando R$ 107,2 milhões nos nove primeiros meses de 2019 (+13%, na relação anual).

O ROIC (retorno sobre o capital investido) totalizou 12,4% nos nove primeiros meses de 2019 anualizados. A empresa ainda alcançou a marca de 364 contratos e 13.060 ativos locados, um crescimento de 20% em relação a dezembro de 2018.

A dívida líquida totalizou R$1,2 bilhão, representando uma alavancagem líquida de 2,4 vezes.

A Receita Futura Contratada totalizou R$ 2,2 bilhões, um aumento de 24% comparado a dezembro de 2018.

“A Vamos investiu nas áreas de retaguarda e sistemas para dar suporte às operações com melhor nível de controle e processos, bem como no desenvolvimento da área comercial, equilibrando crescimento, qualidade dos serviços prestados e rentabilidade”, informou a JSL, por ocasião da divulgação do balanço.

Atividade da subsidiária

Ainda segundo informações do balanço, a Vamos engloba as atividades de locação e comercialização de caminhões, máquinas e equipamentos, além da rede de concessionárias autorizadas de caminhões MAN e de tratores Valtra.

Ela consolida a Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos, que por sua vez detém 100% de participação das empresas Transrio Caminhões, Ônibus, Máquinas e Motores, Borgato Serviços Agrícolas, Borgato Máquinas e Borgato Caminhões.

Movida

A empresa já conta com uma subsidiária negociada na bolsa de valores, a Movida, que, desde o IPO, no início de 2017, subiu cerca de 180%.