Jorge Oliveira é o mais cotado para a Justiça

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Agência Brasil

O Secretaria Geral da Presidência da República, Jorge Antônio de Oliveira Francisco, é o nome mais cotado para ser o novo Ministro da Justiça. O anúncio é aguardado ainda para este sábado (25).

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) informou ao Uol que o presidente se reuniu com Oliveira esta manhã. “Hoje ainda seremos informados sobre o novo nome. A gente torce para que seja o ministro Jorge”, afirmou.

Jorge Oliveira é major da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal e amigo pessoal do presidente.

Ives Gandra também foi sondado

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra Martins Filho, teria sido convidado para assumir o Ministério da Justiça. A informação foi dada pela coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a coluna, ele foi sondado por interlocutores do presidente Jair Bolsonaro, mas teria recusado o convite, por considerar seu perfil muito técnico.

Outro nome levantado foi o do ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e desembargador aposentado Ivan Sartori.