Joe Biden vence as primárias da Flórida e Illinois e amplia vantagem sobre Bernie Sanders

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Joe Raedle / Getty Images

Joe Biden obteve mais uma significativa vitória nas primárias democratas para ser o candidato do partido nas eleições de novembro, contra o atual presidente, o republicano Donald Trump. Nessa terça-feira (17), conseguiu vencer na Flórida, estado que distribui 219 delegados prometidos e normalmente é o que de fato elege presidentes.

Na reta final da apuração, com 100% das urnas apuradas, Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama, ficou com 61,9% dos votos e 151 delegados. Bernie Sanders, seu único e principal adversário, terminou com 22,8% dos votos e 52 delegados.

Ainda faltam 16 delegados se decidirem. A maioria deve ir mesmo para Biden.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

A diferença entre os dois aumentou bastante, depois das primárias decisivas de março. Agora, Biden tem 1.180 delegados prometidos, dos 1.991 necessários para conseguir a vaga automática. Pode amanhecer nessa quarta-feira com uma distância ainda menor, já que os votos do Arizona ainda não vão ser computados.

Sanders, por sua vez, vai ficando ainda mais longe da nomeação, com apenas 884 delegados prometidos.

Votos decisivos

A rede CNN mostrou em pesquisa de boca-de-urna que Biden se distanciou de Sanders na decisiva Flórida graças aos votos de maiores de 65 anos, eleitores moderados e eleitores negros.

Esses grupos apoiaram Biden em grande medida, com mais de três quartos de cada um apoiando contra o senador de Vermont, Bernie Sanders.

Esses eleitores enxergam em Biden um candidato que pode unir o país, que não vai estatizar o sistema de saúde e que pode derrotar Trump em novembro.

A Flórida não é um terreno bom para Sanders. Em 2016, ele perdeu para Hillary Clinton. Alguns grupos com os quais Sanders teve um bom desempenho em 2016, como homens brancos e independentes, não o seguiram em 2020. Em 2016, 52% dos homens brancos apoiaram Sanders , enquanto apenas um quarto continuou com ele agora, enquanto um pouco mais do que 6 em 10 votou em Biden.

Em 2020, metade dos eleitores democratas independentes na Flórida apoiou Biden na indicação. Isso é um salto em relação a 2016, quando 55% dos eleitores do estado apoiaram Sanders.

Joe Biden também leva em Illinois

Nessa terça-feira, também ocorreram as primárias no estado de Illinois. Joe Biden venceu também. Há 155 delegados disponíveis.

O ex-vice-presidente ficou com 93 dos delegados prometidos, contra 59 para Sanders. Ainda há 3 delegados para decidirem qual dos dois.

Biden conseguiu ampla vantagem sobre Sanders: 59,1% contra 36,1%. Até o fechamento dessa matéria, a apuração estava em 99% dos votos.

Washington

As primárias de Washington aconteceram em 10 de março, uma semana antes. Mas o estado é um dos mais afetados com o novo coronavírus no país e a apuração se arrastou.

Há também o fato dos eleitores poderem votar pelo correio, o que atrasa ainda mais a apuração.

A disputa foi acirrada. Mas Biden levou com 37,9% dos votos, contra 36,5% de Sanders. Essa diferença representa pouco mais de 20 mil votos. Assim, dos 89 delegados disponíveis em Washington, 43 ficaram com Biden e 41, com Sanders. Cindo ainda precisam se definir.

Ainda há votos para apurar: 96% dos votos foram computados.

LEIA MAIS
JPMorgan: vitória de Biden seria melhor cenário

Joe Biden amplia vantagem sobre Sanders mas mantém o foco em derrotar Trump