JHSF (JHSF3) tem lucro líquido de R$ 211 mi no 4TRI/19

Omar Salles
null

Crédito: Shopping Cidade Jardim - JHSF, Divulgação

A construtora e incorporadora imobiliária JHSF (JHSF3, de São Paulo, publicou balanço na noite de hoje e informou um lucro líquido de R$ 211 milhões no quarto trimestre de 2019 – um crescimento de 197,4% sobre igual período de 2018. No ano de 2019, o lucro líquido recorrente da JHSF teve uma expansão ainda mais forte, de 508,5% para R$ 326,7 milhões. A JHSF atua principalmente na incorporação e administração de shopping centers de alto padrão, bem como em alguns ramos residenciais, como a Fazenda Boa Vista.

A JHSF informou que em 2019 sua receita líquida cresceu 39,6% para R$ 636,8 milhões. O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (EBITDA, na sigla em inglês) teve uma expansão de 60,3% para R$ 226,9 milhões.

Embora uma boa parte da receita recorrente da JSF venha das suas operações de shopping centers de alto padrão, como o Cidade Jardim na capital paulista, a empresa está investindo na incorporação de empreendimentos imobiliários residenciais, como a Fazenda Boa Vista, e o Hotel Fasano Cidade Jardim. Em dezembro, a empresa lançou o Boa Vista Village, que será uma extensão da Fazenda Boa Vista, no interior paulista.

A situação financeira da empresa, segundo informações do balanço, é confortável. O endividamento líquido caiu para R$ 254,2 milhões no fim de 2019, dos R$ 568,8 milhões em igual período de 2018. A JHSF fez a redução com parte dos R$ 650 milhões levantados em uma emissão de debêntures no ano passado e parte em uma oferta pública de ações de R$ 513 milhões. Segundo a empresa, a relação dívida líquida sobre o EBITDA é de 1,1 vez (1,1x).