Jeff Bezos, fundador da Amazon, viaja ao espaço e volta em segurança

Redação EuQueroInvestir
Colaborador do Torcedores
1

Nesta terça-feira (20), Jeff Bezos, criador da gigante do e-commerce Amazon (AMZO34), voou para o espaço no primeiro voo tripulado de sua empresa, a Blue Origin.

Entre os tripulantes, o empresário estava com seu irmão, Mark Bezos, Wally Funk, uma pioneira da corrida espacial, de 82 anos, e Oliver Daemen, um estudante holandês de 18 anos. A viagem durou 10 minutos e 10 segundos, e todos pousaram com segurança de volta à Terra de paraquedas.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Os quatro foram em uma cápsula com as maiores janelas de naves que viajam ao espaço. Desta forma,  tiveram vistas sensacionais da Terra. Após o pouso, Jeff Bezos disse: “Melhor dia da minha vida!”

O foguete New Shepard, construído pela Blue Origin, foi desenvolvido para dar espaço ao crescente mercado de turismo espacial.

Jeff Bezos, segundo mais rico do mundo, deixa cargo de CEO da Amazon

No início do mês, Bezos passou o bastão para Andy Jassy, que construiu e administrou a Amazon Web, o negócio de computação em nuvem da empresa.

O ex-homem mais rico do mundo, Jeff Bezos passará ser também ex-CEO Amazon. Bezos irá para o comando do conselho de administração da empresa. Adicionalmente, ele permanecerá envolvido em projetos na companhia, entretanto pretende dedicar mais tempo ao Fundo Bezos Earth, sua nave espacial Blue Origin, aos The Washington Post e o Amazon Day 1 Fund.

Segundo a Bloomberg, o fundador da Amazon possui um patrimônio de US$ 187 bilhões – que, com o dólar a R$ 5,37, equivaleria a mais de R$ 1 trilhão.

No início deste ano, ele foi superado por Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX, que atingiu um patrimônio de US$ 188,5 bilhões.

Fundador e CEO da Amazon, companhia da qual ainda detém 11% das ações, Bezos largou a vice-presidência de um fundo de investimentos de Wall Street aos 30 anos para empreender. E acertou na mosca.

Em 1994, quando a internet ainda engatinhava, o empresário apostou em uma loja online para venda exclusiva de livros.

Ao lado de sua esposa, Mackenzie, primeira funcionária da loja, tirou o projeto do papel. Dois meses após fundar a Amazon, fez um curso na Associação Americana de Livrarias para aprender como vender livros.

Por dois anos, Bezos e Mackenzie faziam quase tudo, inclusive empacotavam e despachavam os pedidos.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Amazon: Sem pressa para lucrar

Jeff Bezos deixará cargo de CEO da Amazon

Sem colocar o lucro como prioridade, o empresário decidiu trabalhar com margens próximas do zero.

Com essa estratégia inovadora (e ousada), foi tirando os principais concorrentes do caminho.  Somente 6 anos após abrir a Amazon, finalmente fechou um balanço “no azul”.

Hoje, 25 anos após fazer sua 1ª venda – um livro sobre inteligência artificial – Bezos, já divorciado de Mackenzie, vê a Amazon se transformar na marca mais valiosa do mundo. Em fevereiro deste ano, a Amazon ultrapassou a marca de US$ 1 trilhão em valor.

Matemática nos negócios, na vida e no amor

Jeff Bezos tem uma grande paixão na vida: a matemática. Foi assim que, ao criar a Amazon, determinou que a loja virtual deveria ter “tantas prateleiras disponíveis quantos usuários do serviço”.

Para oferecer o que o consumidor quer, a Amazon cresceu e, hoje, tem uma gama de mais de 350 milhões de itens em suas prateleiras virtuais.

A matemática também foi usada por Jeff Bezos para aconselhar a avó a parar de fumar . Ele calculou quantos minutos de vida ela perdia a cada trago dado. Mas também para escolher as garotas com quem gostaria de sair.

Antes de conhecer Mackenzie, Jeff Bezos aplicava uma fórmula batizada de Woman Flow para conhecer garotas. Entre as conclusões tiradas do método, estava a de que teria mais sucesso com as mulheres se aprendesse dança de salão.

O céu é o limite

Bezos, hoje, tem uma fonte diversificada como origem de sua fortuna – embora a maior parte ainda seja fruto da Amazon.

O empresário tem no portfólio a rede de supermercados Whole Foods, a Alexa, que desenvolve tecnologia de inteligência artificial, e o The Washington Post, um dos mais tradicionais jornais norte-americanos.

Bezos também investiu parte da fortuna em ações da Uber, do Airbnb, do Google e do Twitter.

Além disso, ele é dono da Blue Origin, empresa de exploração espacial criada em 2010 (e rival da Space X, do também bilionário Elon Musk). E tem um sonho.

O executivo declarou, ainda em 1982, anos antes de se tornar o homem mais rico do mundo, que um dia construiria hotéis no espaço.

Esse sonho ainda parece longe de se tornar realidade, mas, para quem transformou uma pequena livraria online na marca mais valiosa do mundo, mais arriscado ainda é dizer que esse desejo se trata de uma missão impossível, não é mesmo?

Carta de Jeff Bezos

“Tenho o prazer de anunciar que neste terceiro trimestre farei a transição para Presidente Executivo do Conselho da Amazon e Andy Jassy se tornará CEO. Na função de Presidente Executivo, pretendo concentrar minhas energias e atenção em novos produtos e iniciativas iniciais. Andy é bem conhecido dentro da empresa e está na Amazon há quase tanto tempo quanto eu. Ele será um líder notável e tem toda a minha confiança.

Essa jornada começou há cerca de 27 anos. Amazon era apenas uma ideia e não tinha nome. A pergunta que me fizeram com mais frequência naquela época era: “O que é a Internet?” Felizmente, não tenho que explicar isso há muito tempo.

Hoje, empregamos 1,3 milhão de pessoas talentosas e dedicadas, atendemos centenas de milhões de clientes e empresas e somos amplamente reconhecidos como uma das empresas mais bem-sucedidas do mundo.

Como isso aconteceu? Invenção. A invenção é a raiz do nosso sucesso. Fizemos coisas malucas juntos e depois os tornamos normais. Fomos pioneiros em análises de clientes, 1-Click, recomendações personalizadas, remessa incrivelmente rápida da Prime, compras Just Walk Out, Climate Pledge, Kindle, Alexa, marketplace, infraestrutura de computação em nuvem, Career Choice e muito mais. Se você acertar, alguns anos depois de uma invenção surpreendente, a nova coisa se tornou normal. Pessoas bocejam. E esse bocejo é o maior elogio que um inventor pode receber.

Não conheço outra empresa com um histórico de invenções tão bom quanto o da Amazon, e acredito que estamos no nosso momento mais inventivo. Espero que você esteja tão orgulhoso de nossa criatividade quanto eu. Eu acho que você deveria estar.

À medida que a Amazon se tornou grande, decidimos usar nossa escala e escopo para liderar em importantes questões sociais. Dois exemplos de alto impacto: nosso salário mínimo de $ 15 e o Compromisso Climático. Em ambos os casos, demarcamos posições de liderança e depois pedimos a outros que nos acompanhassem. Em ambos os casos, está funcionando. Outras grandes empresas estão vindo em nossa direção. Espero que você esteja orgulhoso disso também.

Acho meu trabalho significativo e divertido. Eu trabalho com os companheiros de equipe mais inteligentes, talentosos e engenhosos. Quando os tempos foram bons, você foi humilde. Quando os tempos foram difíceis, você foi forte e apoiou, e nós fizemos rir um ao outro. É uma alegria trabalhar nessa equipe.

Por mais que eu ainda sapateie no escritório, estou animado com essa transição. Milhões de clientes dependem de nós para nossos serviços e mais de um milhão de funcionários dependem de nós para seu sustento. Ser o CEO da Amazon é uma responsabilidade profunda e desgastante. Quando você tem uma responsabilidade como essa, é difícil dar atenção a qualquer outra coisa. Como presidente executivo, continuarei envolvido em iniciativas importantes da Amazônia, mas também terei o tempo e a energia de que preciso para me concentrar no Fundo do Dia 1, no Fundo Bezos Earth, no Blue Origin, no The Washington Post e em minhas outras paixões. Nunca tive mais energia e não se trata de me aposentar. Estou muito entusiasmado com o impacto que acho que essas organizações podem ter.

A Amazon não poderia estar melhor posicionada para o futuro. Estamos disparando em todos os cilindros, assim como o mundo precisa de nós. Temos coisas no pipeline que continuarão a surpreender. Atendemos indivíduos e empresas, e somos os pioneiros em duas indústrias completas e em uma classe totalmente nova de dispositivos. Somos líderes em áreas tão variadas como aprendizado de máquina e logística, e se a ideia de um amazonense requer mais uma nova habilidade institucional, somos flexíveis e pacientes o suficiente para aprendê-la.

Continue inventando e não se desespere quando a princípio a ideia parecer maluca. Lembre-se de vagar. Deixe a curiosidade ser sua bússola. Continua sendo o Dia 1.

Jeff – reprodução CNBC

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor de investimentos poderá auxiliá-lo em sua jornada.