JBSS3, MRFG3 e BRFS3: Eleven mantém recomendações de compra

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução - JBS

A casa de análises Eleven manteve a recomendação de compra de JBS (JBSS3), Marfrig (MRFG3) e BRF (BRFS3). Ainda que os resultados da JBS e da BRF devam ter um impacto devido aos custos relacionados ao Covid- 19, os analistas enxergam uma boa relação de risco/retorno para as empresas.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo

O motivo é o potencial de demanda global de proteínas principalmente vinda da China. “No caso da Minerva (BEEF3), nossa recomendação permanece neutra pois acreditamos que o preço atual reflete menos potencial de retorno quando comparado às demais companhias do setor”, diz a Eleven.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

Alta da carne bovina

O relatório destaca que o primeiro semestre de 2020 foi marcado pela alta das exportações de proteínas (principalmente carne bovina).

Isso ocorreu em decorrência do aumento das habilitações da China para o Brasil no fim de 2019, visto que o país asiático tem sofrido uma redução da sua produção de suínos, devido à ocorrência da febre suína africana.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

“Por outro lado, o surgimento da Covid-19 acabou impactando negativamente a demanda doméstica, principalmente no segmento de food service”, diz o relatório.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

“Isso ocorreu em função das medidas de isolamento adotadas e decisão de fechamento dos bares e restaurantes”, acrescenta.

“Houve também o fechamento temporário de algumas plantas de abate e processamento no Brasil devido à pandemia, mas nada que ocasionasse o desabastecimento de proteínas até o momento”, completa o relatório.

Dólar valorizado

Os exportadores estão se beneficiando devido ao dólar ainda bem valorizado e preços de exportação em alta, apesar dos preços da arroba do boi no mercado doméstico estarem próximo a R$ 200, diz a analista Diana Stuhlberger, da Eleven.

Já nos EUA, o movimento de preços do gado foi o oposto do Brasil. Assim, com o surgimento do Covid- 19, houve um aumento do volume de abates, gerando um excesso de oferta e, consequente, queda do preço do gado.

Também houve bastante fechamento de plantas o que resultou em diminuição de capacidade.

Mas ao contrário do Brasil, a produção de proteínas nos EUA é caracterizada pela concentração da produção em grandes plantas, de forma que o fechamento de uma planta pode resultar em desabastecimento do mercado.

Mercado de frango tem margens mais apertadas

O mercado de frango não teve tanta sorte quanto o mercado bovino, apesar da maior demanda Chinesa. Enquanto o volume de exportação subiu 2% no primeiro semestre, os preços de exportação caíram 11%, devido aos estoques elevados.

No Brasil, o preço do frango congelado caiu 24% desde o início do ano. O motivo é a maior retenção por alguns produtores não integrados, que gerou excesso de oferta do animal vivo.

O dólar mais valorizado incentivou a exportação de milho, contribuindo para a alta do preço do grão.

Assim, as margens dos produtores integrados acabaram ficando mais apertadas. A boa notícia é que o preço do milho voltou a recuar a partir de abril com as boas perspectivas da safrinha.

= Aumente seus ganhos. Consulte nossa Planilha de Monitoramento de Carteira

Mercado de suínos é favorecido

O mercado de suínos também tem sido favorecido pela forte demanda chinesa, que teve sua produção reduzida.

No primeiro semestre, segundo a Eleven, as exportações de carne suína brasileiras subiram 38%, enquanto o preço subiu 17%.

No Brasil, o preço do suíno vivo caiu 17% desde o pico em dezembro de 2019. Para os produtores integrados, a margem ficou mais apertada devido à alta dos grãos, mas as exportações continuam atrativas.

Expectativa para os resultados do segundo trimestre

Os resultados do segundo trimestres dos frigoríficos devem refletir o aumento das exportações de proteínas para a China.

Por outro lado, diz a Eleven, as medidas tomadas pelas companhias em relação ao Covid-19 também devem gerar um custo adicional no trimestre, além do impacto na produção devido às paradas e redução de capacidade.

“Esperamos fortes resultados para Marfrig e Minerva, que devem reportar margens de duplo digito nas exportações, compensando a queda de demanda no mercado brasileiro”, dizem os analistas.

Já a JBS deve ser mais impactada pelos custos relacionados ao Covid-19 (cerca de US$100- US$150 milhões). Principalmente por que a companhia teve mais plantas paralisadas nos EUA e Brasil durante os momentos mais críticos da contaminação.

A Eleven diz que a BRF também deve reportar um resultado mais fraco do que o reportado no 1T20. Isso é devido à queda no preço do frango em natura e aumento dos preços dos grãos.

Além disso, o 1T20 apresentou uma forte alta nas vendas no Brasil devido à base fraca vinda do 1T19, o que não deve se repetir no 2T20.

A companhia também teve algumas plantas paralisadas temporariamente devido a ocorrência de casos Covid-19.

Preço-teto recomendado pela Eleven

COMPRA

JBS (JBSS3): R$ 30

Marfrig (MRFG3): R$ 18

BRF (BRFS3): R$ 30

 

NEUTRO

Minerva (BEEF3): R$ 15

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.