JBS (JBSS3): lucro cresce quase 9 vezes no 3TRI, a R$ 3,13 bi

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Divulgação JBS

A JBS (JBSS3) reportou um lucro de R$ 3,13 bilhões referente aos resultados do terceiro trimestre de 2020.

Os números representam um avanço de 8,79 vezes sobre os lucros de R$ 356,7 milhões de um ano antes.

Segundo dados da Refinitiv, a expectativa do mercado era que a JBS apurasse lucro líquido de 2,87 bilhões de reais.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

No trimestre anterior, a Companhia havia registrado um lucro de R$ 3,37 bilhões.

Ebitda

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 7,99 bilhões no período, um avanço de 35% na base anual.

Segundo a JBS, os destaques foram para JBS USA Pork, Seara e PPC que registraram, respectivamente, crescimento de 64,7%, 55,4% e 48,9% no Ebitda em IFRS e reais.

Na comparação com o trimestre anterior, houve recuo de 15,7%. Já a margem Ebitda ajustado no trimestre atingiu 11,4%.

Receita avança 34,3%

A receita líquida somou R$ 70,08 bilhões no terceiro trimestre de 2020, uma elevação de 34,3% ante o mesmo período de 2019, com R$ 52,18 bilhões.

Segundo a Companhia , todas as unidades de negócios registraram crescimento na receita em reais.

“No trimestre, aproximadamente 74% das vendas globais da JBS foram realizadas nos mercados domésticos em que a Companhia atua e 26% por meio de exportações.”, informou a JBS no balanço divulgado na quinta-feira (11).

O lucro bruto subiu 31,8% no terceiro trimestre, para R$ 11,79 bilhões.

Resultado Financeiro

No terceiro trimestre de 2020, a despesa financeira da dívida líquida foi de R$ 971,8 milhões.

Esse valor corresponde a US$ 180,6 milhões e representa uma redução de US$ 13,1 milhões (-6,8%) em relação ao terceiro trimestre de 2019.

Já o resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 1,06 bilhões. No mesmo período do ano passado, foi negativo em R$ 3,7 bilhões.

Caixa e endividamento

A JBS encerrou setembro de 2020 com R$ 22,3 bilhões em caixa.

A companhia informou ainda que possui US$ 1,6 bilhão disponível em linhas de crédito rotativas e garantidas. Isso equivale a R$ 8,8 bilhões (câmbio de fechamento do trimestre).

Isso confere à JBS uma disponibilidade total de R$31,2 bilhões, mais de seis vezes a sua dívida de curto prazo.

A dívida líquida da Companhia encerrou setembro em R$ 51,5 bilhões, alta de 14,1% frente a setembro de 2019, com R$ 45,09 bilhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebitda ajustado, ficou em 1,83 vezes (em reais) no final de setembro. Um ano antes, a alavancagem era de 2,6 vezes.

Destaques da JBS

 

  • Para participar da nova edição da Money Week, de 23 a 27 de novembro, inscreva-se aqui

 

Quer saber como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para auxiliar na sua trajetória de investimentos