JBS (JBSS3) lucra 3,3 vezes mais no balanço do quarto trimestre

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: JBS (JBSS3), Magalu (MGLU3) e Natura (NTCO3) entram na carteira da Planner para abril

A JBS (JBSS3) reportou nesta quarta-feira (25), um lucro líquido de R$ 2,435 bilhões no quarto trimestre de 2019,  3,3 vezes acima do resultado registrado no mesmo período de 2018.

No ano, o lucro líquido somou R$ 6,068 bilhões, um aumento de cerca de 241 vezes.

O lucro recorde obtido pela companhia no passado, pode ser atribuído a elevação expressiva da demanda chinesa, redução nas despesas financeiras, performance bastante positivas das unidades dos EUA e o câmbio.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 5,669 bilhões no quarto trimestre, alta 67,2%. A margem Ebtida ajustado atingiu %, alta de  pontos percentuais.

Ebitda

Em 2019, o Ebtida ajustado totalizou R$ 19,881 bilhões, aumento de 33,9%. Já margem Ebtida ficou em %, elevação de  p.p.

O resultado financeiro foi negativo em R$ 260,3 milhões, uma redução de 53,9% sobre as perdas do último trimestre de 2018.

No acumulado do ano passado, o resultado financeiro foi negativo em R$ 5,985 bilhões, uma redução de 27,7% em relação a despesa financeira de 2018.

O presidente da JBS, Gilberto Tomazon afirmou “tivemos um excelente resultado financeiro e uma evolução expressiva da nossa operação em 2019”.

Principais números do balanço

2503-jbs-min

Operacional

A receita líquida da JBS no quarto trimestre somou R$ 57,127 bilhões, um aumento de 20,7%. No ano, a receita líquida totalizou R$ 204,524 bilhões, crescimento de 12,6%.

As unidades da JBS USA Beff e Pilgrim’s Pride representaram mais 60% da receita líquida da companhia em 2019.

Faturamento por unidade

2503-jbs2-min

No quarto trimestre, o lucro bruto foi de R$ 9,221 bilhões, elevação de 40,3%. A margem bruta atingiu 16,1%, queda de 1,1 pontos percentuais.

Em 2019, o lucro bruto somou R$ 31,946 bilhões, aumento de 21,3%. Já a margem bruta alcançou 15,6%, alta de 1,1 p.p.

No último trimestre, a JBS gerou de caixa R$ 5,1 bilhões, uma elevação de 48,6% comparado ao quarto trimestre de 2018. No ano, a companhia gerou de caixa R$ 17,1 bilhões, alta de 49,1%.

Dívida

A dívida líquida da JBS encerrou 2019 em R$ 43 bilhões, uma redução de 8,9% em relação a 2018.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida e Ebtida ajustado, ficou em 2,1 vezes, uma redução em relação a 2018, quando a alavancagem ficou em 3,1 vezes.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374