JBS (JBSS3) informa sobre retomada das operações nos EUA após ataque de hackers

Marco Antônio Lopes
Editor. Jornalista desde 1992, trabalhou na revista Playboy, abril.com, revista Homem Vogue, Grandes Guerras, Universo Masculino, jornal Meia Hora (SP e RJ) e no portal R7 (editor em Internacional, Home, Entretenimento, Esportes e Hora 7). Colaborador nas revistas Superinteressante, Nova, Placar e Quatro Rodas. Autor do livro Bruce Lee Definitivo (editora Conrad)
1

Crédito: Reprodução - JBS

A JBS (JBSS3) divulgou nota dizendo que foi informada pela JBS USA e pela Pilgrim’s que as empresas estão programadas para retomar a produção em todas as suas unidades na quinta-feira, após o ataque de hackers sofrido pela companhia.

O comunicado informa que a recuperação da empresa do ataque cibernético continuou ao longo desta quarta-feira (2), promovendo segurança para mais de 100.000 membros da equipe da JBS USA e Pilgrim’s, parceiros produtores de gado e aves, clientes e consumidores.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

“A JBS USA e a Pilgrim’s continuam a fazer progressos significativos na restauração de nossos sistemas de TI e no retorno dos negócios ao normal”, disse André Nogueira, CEO da JBS USA.

JBS: progresso nas operações

Segundo a JBS, a grande maioria das unidades retomou as operações conforme previsto nesta terça-feira, incluindo todas as instalações de suínos, aves e alimentos preparados em todo o mundo e a maioria das instalações de carne bovina nos EUA e na Austrália, impactadas pelo ataque cibernético.

“Dado o progresso que as equipes fizeram para lidar com esta situação, a JBS USA e a Pilgrim ́s estão prevendo operar nesta quinta-feira quase a plena capacidade em suas operações globais”, afirma a nota da companhia.

“A empresa não tem conhecimento de nenhuma evidência neste momento de que dados de clientes, fornecedores ou funcionários tenham sido comprometidos”, acrescenta.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3