JBS (JBSS3) aprova recompra de ações; BR Properties (BRPR3) paga debêntures

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução - JBS

A JBS (JBSS3) aprovou nesta quarta-feira (12) um novo plano de recompra de ações. O plano é uma política “recorrente” da JBS, com o objetivo de “maximizar a geração de valor para o acionista por meio de uma administração eficiente da sua estrutura de capital”.

Atualmente, segundo a empresa, existem 1.376.284.583 ações ordinárias em circulação e 41.197.800 em tesouraria. A JBS poderá adquirir até 10% das ações em circulação.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

As operações serão realizadas na B3 (B3SA3), administradora da bolsa de valores brasileira, a preço de mercado.

“Na hipótese de serem realizadas operações no âmbito do Plano de Recompra”, assegura a JBS, “não haverá alterações na composição do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia”.

O prazo máximo para realização das aquisições é de 18 meses, iniciando-se neste 12 de maio.

Usiminas (USIM5) tem alteração acionária

A Usiminas (USIM5) recebeu hoje comunicação da GQG Partners, informando que, em nome de seus clientes de gestão de carteiras de valores mobiliários, adquiriu, em operações realizadas no mercado secundário, ações preferenciais classe A da empresa (USIM5), fazendo o total subir a 50.076.927 ações preferenciais.

Esse montante representa, aproximadamente, 9,14% das ações preferenciais classe A emitidas pela Usiminas.

A GQG Partners também informa que não possui poderes de voto e, como de praxe nesse tipo de movimentação, trata-se de um investimento minoritário que não tem o objetivo de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da companhia.

BR Properties (BRPR3) anuncia pagamento de debêntures

A BR Properties (BRPR3) comunicou hoje a seus acionistas que amanhã (13 de maio) será efetuado o pagamento de juros de forma unitária das 2ª, 3ª, 4ª e 5ª séries da décima segunda emissão pública de debêntures simples da empresa.

Na segunda série, o juros é de R$ 1,86783900. Nas terceira e quarta séries, mesmo valor. Na quinta série, R$ 3,73567800.

Ânima (ANIM3) informa sobre aquisição dos ativos da Laureate no Brasil

A Ânima Educação (ANIM3) comunicou que a aquisição de todos os ativos brasileiros do Grupo Laureate foi aprovada, sem restrições, pela Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), tendo referida decisão transitado em julgado e, portanto, se tornado definitiva.

Agora, a última fase da operação acontecerá dia 28 de maio próximo, com a tranferência dos ativos para a Ânima, o mesmo ocorrendo com os ativos que serão transferidos pela Ânima Educação ao fundo Farallon.

“Até referida data”, informou a Ânima em comunicado ao mercado, “as partes se dedicarão às atividades de transição para a integração, com o planejamento das atividades, a apresentação das equipes e da futura estrutura organizacional”.

“A Ânima Educação trabalhou intensamente no planejamento da integração e sente entusiasmada com as perspectivas de mútuo aprendizado junto a toda comunidade do grupo Laureate no Brasil, reforçando seu compromisso de oferecer educação de qualidade em mais um importante passo em sua missão de Transformar o País pela Educação”, encerrou.

Méliuz (CASH3) fecha contrato de compra da Promobit

A Méliuz (CASH3) informou aos seus acionistas e ao mercado em geral que foi celebrado contrato de compra de 100% da Promobit.

O preço de aquisição é composto por uma parcela inicial, no montante de R$ 13 milhões, sujeita a ajustes usuais em operações desta natureza. Adicionalmente, os vendedores terão direito a receber eventual Earnout, a depender do atingimento de determinadas metas financeiras apuradas pela Promobit.

Fundado em 2013, a Promobit promove a troca de informações e opiniões sobre produtos e promoções, entre seus usuários. Por meio de site, aplicativo e extensão para navegador, em 2020, a plataforma ultrapassou a marca de 1 milhão de membros cadastrados.

O Social-commerce, modalidade que a Promobit se encaixa, é uma tendência mundial, segundo a Méliuz.

Em relação aos principais números operacionais, em 2020, o Promobit obteve uma receita líquida de R$ 5,2 milhões e originou um GMV total de R$ 160 milhões, com um CAGR (Compound Annual Growth Rate ou taxa de crescimento anual composta) superior a 40% entre 2018 e 2020.

“Considerando que a aquisição da Promobit representa investimento relevante para a Méliuz, a aquisição será submetida à ratificação pelos seus acionistas em Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada pelos administradores para esse fim”, encerrou a Méliuz.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.