JBS (JBSS3) vai captar R$ 2,04 bilhões em CRAs para comprar bois

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: JBS/Divulgação

O conselho de administração da JBS (JBSS3) aprovou emissão de até R$ 2,04 bilhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA). O títulos serão lastreados em debêntures e terão valor nominal de R$ 1 mil. Serão emitidas pela companhia e compradas pela securitizadora RB Capital.

A decisão consta em ata de reunião divulgada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira (21).

Os recursos líquidos obtidos pela companhia com a emissão serão destinados integralmente e exclusivamente à aquisição de bovinos de produtores rurais, informou a companhia.

BDRs, Day Trade, Unicórnios e novos IPOs.

Hoje é dia de insights para investir em 2021.

Parte dos títulos de dívida vencerá em sete anos e outra parcela em dez anos.

Balanço do segundo trimestre

Em agosto, a JBS divulgou o balanço da empresa para o segundo trimestre. Houve um lucro de R$ 3,37 bilhões referente aos resultados do segundo trimestre de 2020. Os números representam um avanço de 56% sobre os lucros de R$ 2,18 bilhões no mesmo período em 2019.

No trimestre anterior, entretanto, a companhia havia registrado um prejuízo de R$ 5,93 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, em inglês) ajustado somou R$ 10,49 bilhões no período, um avanço de 10% na base anual.

Na comparação com o trimestre anterior, a alta foi de 6,9%. Por fim, a margem Ebitda ajustado no trimestre atingiu 15,5%.