Itaúsa (ITSA4) lucra R$ 2,7 bilhão, alta de 6% no 4TRI20

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.

Crédito: Divulgação

O lucro líquido recorrente da Itaúsa (ITSA4) foi de R$ 2,7 bilhões no quarto trimestre de 2020. Os números refletem uma alta de 6% na comparação com o mesmo período de 2019.

No entanto, no acumulado de 2020 a companhia reportou queda de 26,1% nos lucros, passando de R$ 9,76 bilhões em 2019 para R$ 7,22 bilhões um ano depois.

Segundo a empresa, esse resultado está associado, principalmente, ao menor resultado do Itaú Unibanco impactado pela maior despesa com Perdas Esperadas com Operações de Crédito em função da mudança no cenário macroeconômico (Covid-19) e menores resultados com margem de juros, em função da menor taxa básica de juros e da mudança no mix dos produtos de varejo.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a soluções customizadas de acordo com seu perfil

O resultado financeiro atingiu R$ 4 milhões e R$ 26 milhões de despesa no quarto trimestre de 2020 e em 2020, respectivamente.

No ano houve redução de 47% no resultado financeiro em comparação a 2019 que decorreu, principalmente, dos efeitos da menor taxa básica de juros sobre a dívida líquida e atualização das contingências passivas, disse a Itaúsa.

Despesas

As despesas administrativas totalizaram R$ 33 milhões no quarto trimestre  e R$ 128 milhões no acumulado de 2020, aumentando em 2% em relação ao acumulado do ano anterior.

A variação no ano provém principalmente do aumento das despesas com pessoal, maior despesa com serviço de escrituração de ações e despesas com tecnologia da informação, parcialmente compensado por menores despesas condominiais.

As despesas tributárias atingiram R$ 46 milhões no quarto trimestre e R$ 236 milhões em 2020.

Resultados de Alpargatas, Duratex e nts

A Itaúsa divulgou também os resultados das empresas do setor não financeiro, que representam 9% da holding. São elas: Alpargatas, Duratex e nts.

A Alpargatas teve lucro líquido recorrente de R$ 202,6 milhões no quarto trimestre. Alta de 0,6% em relação ao mesmo período de 2019. O resultado é reflexo do melhor desempenho de todos os negócios no Brasil, aliado ao crescimento de Sandálias Internacional, devido ao mix de países e à variação cambial.

Já a Duratex lucrou R$ 281,4 milhões no período, aumento de 78,4%. A alta é resultado do maior volume vendido em todas as divisões, aliado aos ganhos de produtividade decorrentes do aprimoramento na gestão de ativos e maior eficiência em custos e despesas.

Por fim, a nts teve lucro líquido de R$ 682 milhões. Ou seja, 18,4% superior ao quarto trimestre de 2019, impactado pelo reconhecimento de créditos tributários retroativos  no valor de R$ 48 milhões.

Recompra de ações de própria emissão

Em fevereiro foi aprovado o programa de recompra de ações de emissão própria para tesouraria de até 50 milhões de ações ON e 200 milhões de ações PN.

“A possibilidade de recompra permitirá a Diretoria dispor de mais oportunidades para alocação eficiente de capital – um dos pilares estratégicos da Itaúsa – com vistas ao melhor interesse de seus acionistas” ressaltou a companhia.

Veja os destaques do balanço da Itaúsa (ITSA4)