Itaú Unibanco (ITUB4): lucro recorrente soma R$ 5,388 bi no 4º trimestre

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Itaú - Bancos

O Itaú Unibanco (ITUB4) registrou um lucro líquido recorrente de R$ 5,388 bilhões no quarto trimestre de 2020, um desempenho 7,1% superior na comparação com o trimestre anterior.

O resultado veio em linha com o consenso do mercado, que esperava um lucro de R$ 5,68 bilhões no quarto trimestre.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

De acordo com a empresa, o resultado reflete a retomada dos negócios, sobretudo em linhas de cartão de crédito, crédito consignado, veículos e crédito imobiliário.

“O incremento no período também foi impulsionado pela expansão da carteira de crédito, menor necessidade de provisionamento no banco de varejo no Brasil e melhora de classificação de risco de clientes no banco de atacado no Brasil, gestão consciente de custos, bem como melhora na margem financeira”, destacou o Itaú.

Quando comparado ao quarto trimestre de 2019, o resultado recorrente apresentou queda de 34,6%, aos R$ 18,53 bilhões.

Já o lucro líquido contábil totalizou R$ 7,6 bilhões no mesmo período, alta de 69% frente ao trimestre anterior, refletindo o impacto da venda parcial da participação na XP Investimentos.

O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês) atingiu 16,1%. Já a margem financeira foi de R$ 17,59 bilhões no quarto trimestre.

Carteira de crédito

A carteira de crédito total do Itaú cresceu 20,3% em 12 meses, atingindo R$ 869,5 bilhões em dezembro de 2020, com melhora do desempenho das carteiras de crédito de pessoas físicas e de micro, pequenas e médias empresas, que avançaram 6,6% e 33,9%, respectivamente.

Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, a carteira de crédito de pessoas físicas foi destaque nos crescimentos do crédito imobiliário (8,6%), veículos (8,6%) cartão de crédito (11,3%) e crédito consignado (8,9%).

O índice de inadimplência atingiu 2,3% no quarto trimestre de 2020, ligeiro aumento de 0,1 ponto percentual na comparação com o trimestre anterior.

A despesa de provisão para créditos de liquidação duvidosa (PDD) caiu 11% em relação ao terceiro trimestre de 2020, totalizando R$ 5,6 bilhões.

Conforme o Itaú, o desempenho foi explicado pela melhora de rating de clientes do banco de atacado e menor necessidade de provisionamento por perda esperada no banco de varejo, ambos no Brasil.

Confira os principais destaques do balanço do Itaú (ITUB4):

Fonte:B3